A pessoa mais bonita que conheço

A pessoa mais bonita que eu conheço lança olhares profundos como quem consegue me ler por dentro. E ainda sim, mesmo que eu seja metade defeito, ela não se assusta e me dá a chance de engrandecer o que tenho de bom. Essa pessoa consegue se destacar em uma multidão com milhões de vidas e não é porque se esforça para isso, mas sim, porque irradia luz só com um sorriso de canto de boca.

A pessoa mais bonita que eu conheço troca um restaurante chique gourmet cheio de velas e lustres por uma arroz e feijão com gostinho de louro recém saído do fogo. E ah, como ela se diverte. É só tirar um baralho do bolso, fritar um bolinho de chuva e é programa pro resto da tarde. Ela sabe que em um devaneio de domingo mais vale uma lembrança boa de uma roda de conversa com os amigos do que uma tentativa falha de apreciar vinho quando gosta mesmo é de uma cerveja gelada.

A pessoa mais bonita que eu conheço conversa com os personagens do filme, derruba pipoca no chão e ri da piada do pavê.

A pessoa mais bonita que eu conheço sabe sorrir com a alma e consegue acender qualquer ambiente. É o tipo de pessoa com quem você se sente à vontade para contar o sonho que teve na noite anterior ou de quando ralou o joelho escalando o muro quando tinha seis anos. Ela faz você se sentir como se tudo fosse importante porque te ouve com o coração e realmente quer estar ali fazendo parte da sua vida.

Acredito que é exatamente disso que precisamos. Dessas pessoas que querem, verdadeiramente, estar ao nosso lado e demonstram sempre a importância que temos, independente do que temos a oferecer. Porque quando oferecemos um espaço na nossa vida, já estamos oferecendo o que temos de mais precioso e bonito mesmo é quem sabe perceber isso.

COMPARTILHAR
Najara Gomes
"Paulista. Pisciana. 20 anos de excesso de sentimentos. Nada como um gole de café e uma dose de drama pra passar o dia. Meu bem, eu exagero até nas vírgulas."



DEIXE UMA RESPOSTA