Esse menino de 10 anos da Pensilvânia, nos Estados Unidos, fez exatamente o que precisava ser feito em um momento de apuros. Ele estava voltando de sua escola em Pottstow, no dia 11 de novembro, até que uma mulher começou a segui-lo.

Sammy conta que a mulher tentou atraí-lo para uma loja de conveniência próxima. “Ela estava tipo: ‘Eu estou indo para Wawa, você está indo para lá? O que você vai fazer em Wawa? Onde está sua família?'”, relatou ele.

Foto: ABC 6

O aluno da quarta série, sabendo que poderia ser uma situação de risco, entrou na loja Dani Bee Funky e falou com uma funcionária do caixa, chamada Hannah. O menino pediu para que Hannah agisse como se fosse sua mãe.

As câmeras de segurança do local capturaram toda a sequência e mostraram a mulher parada na porta da loja, como se estivesse esperando pelo garoto. Hannah manteve a calma, caminhou até a porta do estabelecimento e a trancou para o lado de fora, protegendo o menino.

“Estou muito orgulhoso dela”, disse a dona da loja, Dani Small, à ABC 6. “Hannah é uma jovem de 17 anos. Ela fez tudo corretamente.”

Foto: ABC 6

O pai de Sam também contou que está aliviado que seu filho seguiu o conselho que ele havia lhe dado anteriormente sobre o que fazer naquele mesmo cenário.

“Quando estávamos assistindo ao vídeo, eu chorava toda vez, por ver meu filho procurando, temendo por sua vida”, disse Sam Green.

A mulher envolvida foi rastreada pela polícia, recebe assistência de saúde mental e, até então, nenhuma acusação formal foi feita.

Com informações de UOL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui