Esse caso aconteceu na última terça-feira (1º), um garoto de 5 anos acabou caindo de um telhado de clarabóias e não resistiu aos ferimentos. Santiago Alejandro brincava com um colega que também despencou do telhado, mas foi salvo.

Na queda de 7 metros, o colega do menino caiu em cima dele e sobreviveu a altura. Santiago chegou a ser encaminhado para um hospital, onde foi colocado em coma induzido.

Foto: redes sociais

De acordo com o El Nacional, ele sofreu um traumatismo craniano e teve uma morte cerebral.

A diretora e a coordenadora da escola foram acusadas de homicídio culposo, conforme informações do Ministério Público. Os pais souberam do acidente após duas horas.

“A mãe de Santiago estava esperando a criança no portão da escola depois das 11h30, como todos os dias. Era quase 12 horas que a mãe da outra criança ligou para ela para informar que Santiago estava na clínica”, disse a tia-avó de Santiago , Carmen Julia Pereira.

No dia do grave acidente, as crianças estavam fora da sala de aula devido a uma atividade ao ar livre, planejada pelos professores.

Carmen relatou que até o momento a família não recebeu uma versão oficial do ocorrido na escola. Eles pedem para que instituição se responsabilize pelo caso.

“Além de medidas corretivas serem tomadas para que isso não aconteça novamente e não desmonte outra família, o mais importante aqui é que as responsabilidades sejam assumidas”, completou ela.

Com informações de RicMais

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui