Foi preso neste sábado (17) um suspeito de participar do assassinato do ganhador da Mega-Sena, que teve grande repercussão. O caso aconteceu em Hortolândia, no interior de São Paulo.

Jonas Lucas Alves Dias. Foto: Reprodução

“A Polícia Civil esclareceu o crime do assassinato do ganhador da Mega-Sena, que aconteceu em Hortolândia, no dia 14/9. Um dos criminosos já está atrás das grades”, escreveu o  governador paulista, Rodrigo Garcia (PSDB).

A vítima, Jonas Lucas Alves Dias, de 55 anos, foi ganhador da loteira em 2020, com um prêmio no valor de R$ 47 milhões. Ele desapareceu na terça-feira (13). Um boletim de ocorrência foi feito no mesmo dia por sua família.

Jonas Lucas Alves Dias. Foto: Reprodução

A polícia investiga a tentativa de transferência de R$ 3 milhões e saques bancários realizados no nome de Joans. Ele foi encontrado na rodovia dos Bandeirantes, abandonado apenas com a carteira e alguns documentos.

Segundo sua família, Jonas era um homem simples e não mudou sua rotina depois do prêmio. Ele continuou morando na mesma casa e era conhecido na vizinhança por ajudar financeiramente muitos colegas.

 

Com informações de R7

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui