Leandra Leal se pronunciou sobre o caso de racismo envolvendo os filhos de Giovana Ewbank e Bruno Gagliasso. A atriz, que também é mãe de uma menina negra, se solidarizou com a família e fez um publicação comovente nas redes sociais, revelando sua indignação com o ocorrido.

“Eu chorei e me indignei junto com a Giovanna, e me senti de alguma forma gritando também. Eu sei o quanto é horrível ver algo assim acontecer com um filho, por isso me solidarizo e agradeço pela força de vocês nessa luta. Não é fácil, é muito doloroso, mas é a única forma para seguir”, iniciou a atriz.

Além disso, Leal reforçou que as pessoas brancas devem reconhecer seus privilégios e se emocionou ao dizer que nenhuma criança deveria ser exposta a uma violência assim.

“Crianças não precisariam ser fortes além do que é necessário, nem estar preparadas para enfrentar algo tão cruel quanto o racismo, mas crianças negras não têm essa escolha”, disse.

Esse caso tomou proporção no último sábado (30), quando um vídeo começou a circular as redes sociais e mostrava Giovanna Ewbank discutindo com uma mulher que foi racista com seus filhos.

De acordo com a assessoria da artista, a mulher ofendeu Títi, Bless e uma família de turistas angolanos que estavam em um restaurante na Costa da Caparica, em Portugal. A racista foi levada escoltada pela polícia. Ewbank e Gagliasso ainda prestarão queixa formalmente na delegacia portuguesa.

Em entrevista ao Fantástico, Giovanna confirmou que reagiu aos ataques e pontuou seu privilégio branco na estrutura racista do país.

“Sei que eu, como mulher branca indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada, não vou sair como a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas que são leoas todos os dias assim como eu fui neste episódio. Mas que são invalidadas, são vistas como loucas’’, disse ela, chorando.

Ewbank também relatou que foi a primeira vez que sua filha Títi a viu reagir dessa maneira. “Foi a primeira vez que a minha filha me viu combatendo o racismo de frente, porque a gente fala muito sobre isso com eles, mas ela nunca tinha me visto combatendo de frente como foi feito. Ela ficou muito assustada e ao mesmo tempo se sentiu protegida e forte”.

Com informações de Yahoo

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui