As modificações corporais, ou body modifications, vêm sendo cada vez mais vistas e utilizadas por seus adoradores. Porém, esse tipo de prática ainda não é bem aceita pela sociedade, mesmo que na teoria ninguém deva ser discriminado por causa da aparência.

Anthony Loffredo é um homem que sofre isso na pele. Ele ficou conhecido por ter modificado completamente sua aparência, com a intenção de parecer um alienígena. É daí que vem seu apelido, Black Alien Project Evolution.

Foto: Anthony Loffredo

Hoje, seu corpo está totalmente tatuado de preto, além de ter passado por mudanças como remover parte do nariz, pintar os olhos, cortar parte dos lábios e até colocar implantes dentro da pele do rosto. Todas essas modificações, entretanto, acabaram o atrapalhando em situações sociais, como por exemplo, arrumar um emprego.

“Eu sou um cara normal, tenho uma família. (…) Gosto de ser visto como um cara normal com emprego, família, amigos, namorada, tudo isso. É isso que me torna normal”, disse Loffredo, em conversa com o podcast espanhol Club 113, transmitido pelo YouTube.

Foto: Anthony Loffredo

“Você não pode julgar alguém, ninguém sabe o que está dentro da cabeça de alguém, por que a pessoa está fazendo isso, você precisa conversar com essa pessoa“, desabafou.

Para Loffredo é injusto ser visto como alguém que não se encaixa na sociedade só porque não se parece com o resto das pessoas. “A vida é assim, nem todo mundo entende tudo. Igual eu, que não entendo muitas coisas sobre muitas pessoas“, disse ele.

Foto: Anthony Loffredo

Em suma, o rapaz só quer ser visto como outra pessoa qualquer, porque é assim que ele se sente, apesar da sua aparência ser totalmente diferente.

“Eu sou humano. Há pessoas que acham que eu sou louco. Há pessoas que quando me veem, gritam e correm e muitas coisas que já vivi“, completou.

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui