Neste domingo (12), as antigas unidades do McDonad’s reabriram na Rússia. A rede americana deixou o país devido ao conflito na Ucrânia e agora os estabelecimentos abriram como rede local, com outro nome. “O nome muda, mas o amor permanece”, diz o lema do fast food.

Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP

Foram mais de 30 anos de McDonald’s no país e hoje, os restaurantes foram batizados de “Vkousno i tochka” (“Delicioso. Ponto Final”, na tradução para o português), por seu novo proprietário russo.

O famoso “M” também foi substituído por duas listras estilizadas de cor laranja, que representam duas batatas fritas, acompanhadas de um ponto vermelho.

“Tentamos fazer de tudo para que nossos clientes não percebam nenhuma diferença, nem no ambiente, nem no sabor, nem na qualidade”, disse o CEO do grupo que assumiu o comando da rede, Oleg Paroyev.

Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP

O empresário e novo proprietário da rede de fast food, Alexander Govor, alcançou um acordo de compra do negócio em 19 de maio, três dias após o McDonald’s anunciar a saída do mercado russo.

Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP

A rede de fast food estava no país há mais de 30 anos e foi uma das primeiras janelas que a Rússia, ainda como União Soviética, teve para o mundo ocidental.

Alguns itens do cardápio que faziam referência direta ao McDonald’s, como o McFlurry e o Big Mac precisaram ser retirados das opções. Além disso, a embalagem se tornou neutra, pois nenhum item pode fazer referência ao grupo McDonald’s.

Com informações de G1

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui