Um estudo americano analisou uma droga experimental que foi eficaz contra o câncer em 100% dos casos estudados. O medicamento se chama dostarlimab e deve estar disponível no Brasil em agosto deste ano, de acordo com a farmacêutica GSK Brasil.

Aprovado pela Anvisa, o anticorpo monoclonal foi utilizado por meio intravenoso para tratar tumores colorretais. Em um dos pacientes, apenas seis meses de medicamento fizeram com que o câncer desaparecesse sem a necessidade de quimioterapia ou cirurgia. Os resultados animadores foram apresentados no periódico New England Journal of Medicine.

Foto: Vitanovski/istock

No Brasil, por enquanto, o medicamento está liberado apenas para tratar um tipo raro de câncer de endométrio (tecido que reveste a parede interna do útero) recorrente ou avançado com deficiência de enzimas de reparo (dMMR) ou alta instabilidade de microssatélite (MSI-H), que progrediu durante ou após quimioterapia contendo platina.

O oncologista Luiz Diaz Jr., um dos autores do trabalho e Chefe da Divisão de Oncologia de Tumores Sólidos do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, disse que a taxa de sucesso da pesquisa norte-americana não é comum, e talvez seja a primeira vez que algo do gênero é registrado em toda a história de estudos contra o câncer.

O dostarlimab, também chamado de Jamperli em meio comercial, foi aprovado pela primeira vez nos Estados Unidos para uso como tratamento contra o câncer no início de 2021. Foram 12 indivíduos envolvidos no experimento e todos se livraram da doença sem efeitos adversos graves.

 

Com informações de Catraca Livre

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui