Barbara Elisabeth Monika Glag Lange é uma senhora de 75 anos que estava desaparecida durante dias na ilha de Phuket. A aposentada havia sido vista pela última vez no dia 9 e foi encontrada somente nesta segunda-feira (16). Ela estava hospedada em um quarto do Maikhao Palm Beach Resort.

O Resort fica em uma região muito conservada, conhecida por ser infestada de cobras venenosas lagartos e animais selvagens perigosos. A idosa havia deixado seu quarto no hotel por volta das 8h e foi flagrada pela câmera de segurança caminhando por uma estrada próxima em direção à floresta.

Nove dias de busca envolveram voluntários, a polícia e até a Marinha do país. Muitos funcionários do hotel também se juntaram aos trabalhos de resgate de Barbara, vasculhando florestas e praias e entrevistando centenas de moradores e turistas.

Mas, o que mais chamou atenção neste caso foi o fato de que a turista não foi encontrada pelas equipes de resgate e nem pela polícia, mas sim por um menino de 7 anos, morador de uma aldeia nas montanhas.

Durante seu dia pela região da selva, a criança viu Barbara na floresta densa e foi até sua casa para avisar seus pais sobre o que tinha visto. Assim, a polícia foi chamada e a idosa foi encontrada com vida.

Barbara estava caída sobre um riacho, exausta. A polícia indonésia acredita que ela tenha bebido água dos riachos das montanhas para sobreviver e se refrescar na água – já que as temperaturas chegaram a 35º C durante o dia.

Ekachai Siri, o tenente-coronel da Polícia Turística de Phuket disse que os grupos de resgate acreditavam que ela estaria vagando entre duas praias e dormindo na selva. “A turista está segura e passa bem. Ela foi levada ao hospital para exames de saúde. Um intérprete alemão conversará com ela para sabermos o que aconteceu”, disse Siri.

“Quando a encontramos, ela estava deitada na água. Acredito que isso a ajudou a se refrescar enquanto estava quente durante o dia.”, completou.

 

Com informações de Yahoo

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. Quem sabe ela sofra de problemas de esquecimento ou Alzheimer e a matéria não revela se ela estava acompanhada ou não de parentes, mas deveria né? Certamente a criança recebeu uma intuição de Deus, para ir na direção dela e possibilitar o resgate. Ainda bem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui