Sarah Ward é uma norte-americana que está se mobilizando para alertar outras mães sobre um incidente bobo, mas que pode ser muito perigoso para os bebês. Seu filho de apenas 5 meses passou vários dias com um fio de cabelo enrolado em um dos seus dedinhos do pé e com isso, teve sua circulação cortada.

pé de bebê
Crédito: Reprodução/Kennedy News

Ward conta que havia notado a linha no dedinho do pequeno, mas não deu a importância necessária. “Não estava parecendo alarmante naquele momento e achamos que talvez tivesse ficado um pouco irritado com alguma coisa”, lembrou ela.

Mas, a situação mudou dois dias depois quando o dedo do bebê estava inchando e roxo, o que a fez correr para o pediatra.

O médico logo informou aos pais que se tratava da síndrome do torniquete capilar, ou seja, quando um cabelo, fio ou material semelhante se enrola firmemente e acaba cortando a circulação e gerando uma lesão. O fenômeno é raro, mas pode acontecer.

A criança teve que ser internada porque, segundo relato da mãe, a circulação não estava melhorando e havia risco de perder o dedo do pé. O fio de cabelo foi extremamente difícil de ser retirado porque estava muito apertado.

Crédito: Reprodução/Kennedy News

“Ele fez um total de 12 enfermeiros, pediatras e cirurgiões olharem e tentaram encontrar o cabelo com pinças, bisturis, óculos de aumento e luzes especiais”, escreveu Sara no Facebook.

Após a retirada do fio de cabelo, o menino passou mais uma noite no hospital para ser monitorado e foi liberado só no dia seguinte, quando seu dedinho voltou à coloração normal.

“Muitos de vocês podem estar pensando: ‘é só um fio de cabelo, por que é tão difícil de conseguir?’ Eu sei que pensei isso”, escreveu Sara. “O problema é quando a pele começa a crescer sobre o cabelo e o cabelo fica embutido no tecido da pele. Isso torna impossível ver”, explicou.

Com informações de Catraca Livre

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui