Bili é um cãozinho vira-lata e muito esperto que vivia com o jovem Alberto Sabino e a sua família, na cidade de Sumaré, município de São Paulo. O peludo tinha o hábito de fugir de casa toda vez que alguém abria o portão, mas já era acostumado a voltar depois de algumas horas.

O cãozinho Bili.
Foto: Twitter/@betomartinne

Mas, um certo dia, sua fuga não foi breve e a família não conseguiu encontrar o animal durante meses.

“Ele sempre fugia quando saíamos, mas sempre voltava depois de algumas horas. Até que as horas se tornaram dias, mas, ainda assim, ele voltava. Nesta última fuga, ele ficou todos estes meses fora”, comentou Alberto Sabino ao Metrópoles.

 

Foram 10 meses sem o Bili, até que a mãe de Alberto, Michele Cristina, se deparou com o peludinho aparentemente bem nutrido, no dia 16 de fevereiro, na porta de casa como se nada tivesse acontecido.

Bili faceiro após 10 meses longe de casa.
Foto: Twitter/@betomartinne

“Ela deu um berro e eu já fui correndo ver. Era ele mesmo. Ele veio balançando o rabo, todo feliz, e atendeu pelo nome, Bili.”

Feliz com a notícia, a família compartilhou a história nas redes sociais. Depois de algum tempo, uma mulher entrou em contato e contou um fato interessante. Ela disse que estava cuidando de um cachorro de rua e que ele se dava muito bem com toda a população do bairro. E era o Bili!

Print da mensagem que a segunda família mandou para Alberto.
Foto: Twitter/@betomartinne

O cão foi reconhecido pela mulher por conta de uma manchinha branca que possui em uma das patas.

Com certeza esse cãozinho é muito simpático e agora tem dois lares. A família de Alberto só se preocupa que ele fuja novamente e não retorne para casa.

“Tô com medo de ele fugir de novo, porque por mais que tenhamos cuidado, ele escapa, é mais rápido que nós. Ama a rua e vive correndo atrás das cadelinhas, um raparigueiro”, brincou o jovem.

Ao menos, o cão está bem cuidado (até em dobro!) e sua linda pelagem preta e brilhante são provas disso!

Bili olhando pela porta.
Foto: Twitter/@betomartinne

 

Com informações de Amo Meu Pet

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. Se o cão “foge atrás das cadelinhas, importante castrar o animal para resolver o problema, além de construir um cercado espaçoso para ele, para que ele não tenha acesso ao portão da rua. Gente, do jeito que está não pode ficar porque essa novela não vale a pena ver de novo. Tutores estão dando mole pro azar, animais são bebês, “acorda menina!” , porque na rua ele pode ser atropelado e envenenado. Quem ama cuida né?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui