Vanessa Lynch, do estado de Minnesota, nos Estados Unidos, veio de uma família não tradicional e entende que, às vezes, podemos escolher nossa família.

Vanessa conheceu seu marido, Craig Lynch, quando os dois estavam na faculdade. Eles se apaixonaram e Vanessa aos poucos foi conhecendo o filho mais novo de Craig, Henry. Agora, eles finalmente se casaram e se tornaram uma linda família de três pessoas.

Foto: Arquivo Pessoal

Enquanto preparava seus votos de casamento, Vanessa sabia que queria encontrar uma maneira de reconhecer Henry, de 9 anos. Afinal, ela não estava apenas ganhando um marido; ela também estava ganhando um enteado. Mesmo se sentindo acuada e com medo de envergonhar a criança durante a cerimônia, quando chegou o grande dia 11 de dezembro de 2021, ela decidiu ir em frente.

“Eu queria que [Craig] soubesse o quanto meu relacionamento com Henry significava para mim”, explicou ela.

Quando Vanessa terminou de recitar seus votos para Craig, ela apontou para Henry e pediu que ele desse um passo à frente. Um vídeo emocionante mostra o momento em que ela diz ao menino em lágrimas: “Henry, eu sei que não estava lá no dia em que você veio ao mundo. Eu não estava lá para seus primeiros passos ou suas primeiras palavras, mas prometo que estarei lá para muito mais de suas primeiras palavras.”

Henry, Craig e Vanessa lutaram contra as lágrimas enquanto ela continuava: “Eu prometo amá-lo como se você fosse meu e, por último, prometo que serei a melhor esposa para o seu pai e prometo ser a melhor madrasta para você.”

Quando ela terminou, Henry correu para seus braços para o abraço mais doce.

Foto: Reprodução Youtube

“Não sou uma pessoa tipicamente emocional, mas quando comecei a dizer os votos para Henry, fiquei chocada porque percebi o quanto significava para Henry ouvir essas coisas”, disse Vanessa. “Ele realmente não esperava por isso”.

Quando o vídeo comovente se tornou viral, Vanessa acrescentou que foi sua própria criação que lhe mostrou como um padrasto pode ser importante na vida de uma criança.

“Venho de uma família mesclada, então a decisão de fazer votos a Henry realmente se originou de minha experiência quando criança – como os padrastos deveriam tratar os enteados como se fossem seus próprios filhos”, disse ela . “Só porque você não compartilha sangue com alguém, não significa que vocês não podem ser uma família. Tudo vem do amor que você tem por uma pessoa e do que você se compromete”, completou.

Henry é um garoto de sorte por ter uma madrasta tão gentil e compreensiva! Assista aos votos de Vanessa a Henry no vídeo abaixo e compartilhe essa história para celebrar famílias de todos os tipos.

Com informações de Inspire More

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui