A cidade de Zhengzhou, no leste da China, impôs um confinamento repentino depois de um surto de Covid-19 na região. Mas, a decisão deixou uma mulher presa na casa de um homem que ela havia acabado de conhecer em um encontro às cegas.

Wang compartilhou sua história nas redes sociais e contou que ficou presa na casa do pretendente depois de um jantar. A China tem uma política de tolerância zero contra a Covid-19, o que significa confinamentos obrigatórios e repentinos, que já se tornaram rotina nas comunidades em que o vírus é identificado.

Foto: Shenzhen TV

Em sua publicação, a mulher explicou que havia chegado recentemente a Zhengzhou, vinda de Guangzhou, no sul do país, para o Ano Novo Lunar. “Estou ficando mais velha, então meus pais organizaram mais de 10 encontros às cegas para mim”, contou Wang na publicação.

Esse já era o quinto encontro dela e durante o jantar, descobriu que a comunidade em que ele morava havia entrado repentinamente em lockdown por um aumento nos casos. Assim, ela acabou ficando “ilhada” na casa do pretendente e não podia voltar para casa.

Em entrevista para a imprensa local, Wang relatou que ficou presa por quatro dias na casa do ‘date’. Ela contou que o homem cozinhou para os dois durante todo o confinamento, mas que “ele não fala muito”.

Com certeza, esses dois tiveram a “prova de fogo” perfeita para saber se dariam certo como casal!

Com informações de G1

 

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui