Daniel Donnelly é um pai que perdeu sua filha, chamada Heather Donnelly, em um acidente de carro. Depois do ocorrido, ele doou os órgãos da jovem à quem estava na fila de transplante.

Diana Donnarumma Kreher foi uma das pessoas que recebeu a doação e teve sua vida salva. Como agradecimento, Diana, em seu casamento, convidou Daniel para levá-la ao altar como forma de agradecimento pela oportunidade de estar viva.

Foto: arquivo pessoal

Aos seus 28 anos, a noiva de Buffalo, Nova York, teve que conter suas lágrimas no momento em que Daniel Donnelly Jr segurou sua mão e entrou com ela no casamento.

A doação de órgãos de Heather salvou mais sete vidas, além da de Diana. A noiva conta que será eternamente grata a esse pai, apesar de saber o sofrimento que ele passou.

Poucos meses antes do casamento, Diana recebeu a notícia de que precisaria de um transplante de intestino – grosso e delgado -, mas temia não encontrar um doador compatível a tempo.

Mesmo com tratamento, a noiva lembra que ficou com a saúde bastante debilitada, a ponto de receber orientação do médico para cancelar o casamento. Mas, ela seguiu acreditando que realizaria o maior sonho dela e resolveu manter a data da cerimônia.

Pouco tempo depois, Diana recebeu a boa notícia: havia uma doadora da mesma idade e estrutura corporal, compatível para o transplante.

“Todos os dias, vivo minha vida tentando homenagear essa pessoa incrível que salvou minha vida”, disse Diana.

Depois da recuperação de sua cirurgia, Diana fez questão de conhecer Daniel e durante uma conversa pelo telefone, a noiva descobriu como ela e Heather tinham muito em comum. Assim como ela, Heather estava noiva e prestes a se casar.

Com o coração partido por Daniel nunca ter tido a chance de levar a própria filha até o altar, Diana fez oficialmente o convite.

“Perguntei a Dan se ele gostaria de me levar até o altar no meu casamento”, disse Diana . “Ele disse que sim e que ficaria honrado.”

Como homenagem à doadora, Diana separou um lugar e colocou uma foto da jovem, para representar que ela estaria lá em espírito.

Foto: arquivo pessoal

Daniel contou que ficou bastante emocionado com a atitude da noiva.

“Eu sei que ela está olhando para cá agora. Ela está muito feliz. Diana é uma menina doce, ela tem um coração de ouro, me chama de pai. Ela diz: ‘Agora tenho dois pais’. Fiquei muito honrado”, finalizou Daniel.

Foto: arquivo pessoal

Com informações de Só Notícia Boa 

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui