Essa mãe de Santa Catarina pegou alguns alimentos em uma venda sem atendentes em um trailer, mas não pagou. O motivo era que a mulher daria a comida para seus filhos, mas deixou um bilhete onde prometia pagar a sua dívida.

O comércio do trailer existe há cerca de dois anos, no Vale do Itajaí. Em seu bilhete, a mãe explica que levou produtos sem pagar para alimentar os filhos, por não ter dinheiro suficiente.

“Olá, eu vim através desse bilhete informar que peguei algumas coisas para o café com meus filhos, mas não vou roubar. Quando eu tiver, prometo devolver. Obrigada. A.C.P”, escreveu.

Crédito: NSC TV/ Reprodução

O projeto do trailer que vende alimentos sem atendentes é chamado “Dr. Honesto”, e surgiu para cobrir os custos de uma casa de apoio para pessoas em situação rua da cidade de Rodeio, em Santa Catarina.

O “Dr Honesto” fica na beira da estrada e vende comida sem atendentes. Felizmente, o projeto vem recebendo diversas cartas em apoio ao projeto e pessoas que pagam a mais do que consumiram também.

Crédito: NSC TV/ Reprodução

Por exemplo, uma pessoa deixou um bilhete informando que havia pagado R$ 123, mas havia levado apenas um pão. O restante é para alimentar quem precisa.

Crédito: NSC TV/ Reprodução

O trailer “Dr. Honesto” realiza a venda dos produtos sem atendentes dos dois lados da rodovia BR-040 e segundo os coordenadores do projeto, o que arrecadam não chega a cobrir todos os custos da casa de apoio aos moradores de rua, mas a iniciativa ajuda.

 

Com informações de Catraca Livre

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui