Quando Emma Reed soube dos danos que as fraldas descartáveis causam ao planeta, ela decidiu se adaptar a outros modelos que são laváveis ​​e ecologicamente corretos, além de mais baratos.

Essa mamãe de 38 anos, moradora de Basingstoke, Hampshire (Reino Unido), ficou sabendo que 8 milhões de fraldas descartáveis ​​são jogadas fora todos os dias em seu país, e ficou tão chocada que parou de comprá-las quando seu segundo filho William, de três anos, nasceu.

Instagram: @emmareed_writes

“Quando eu tive William, fiquei muito surpresa ao saber sobre o impacto ambiental que um bebê pode ter no planeta”, disse Reed ao Metro News.

Assim, com algumas pesquisas, ela se informou sobre as fraldas reutilizáveis, ficou fascinada com a ideia e começou a usá-las em William quando ele nasceu. “Realmente não é o incômodo que as pessoas podem pensar que é. Foi muito simples”, garantiu.

Instagram: @emmareed_writes

“Quando eu tive Jake (seu filho mais velho), eu não sabia que itens reutilizáveis ​​eram mesmo uma opção. Nenhuma das informações que me deram no hospital falava sobre eles e até pela forma como são abastecidos os corredores de bebês nos supermercados, parece que só falam com você sobre fraldas descartáveis ”, disse ela ao jornal inglês.

Definitivamente essa é uma ideia que deveria ser mais divulgada, pois as fraldas descartáveis ​​também são muito caras. Por outro lado, sua versão ecológica é muito mais acessível, pois não precisa ir para o lixo. “Elas são projetados de forma semelhante a uma descartável, com botões de pressão ou velcro para prendê-los. Portanto, desde que você não veja problema em lavar, elas são realmente fáceis de usar”, explicou a mãe.

As fraldas abriram caminho para um novo estilo de vida para Emma, o que melhorou sua qualidade de vida e a do planeta.

“Agora uso absorventes higiênicos de pano reutilizáveis, faço nossa própria compostagem em casa e comecei a cultivar nossos próprios vegetais. Durante a amamentação, também comecei a usar protetores de mama reutilizáveis, em vez de descartáveis ​​”, disse Reed ao Metro.

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui