Desde os 15 anos, Kayley Storey sofre da doença de Stargardt, uma condição que causa a perda de visão progressiva causada pela morte de células fotorreceptoras na porção central da retina denominada mácula.

Mas, no dia do seu aniversário, uma empresa especializada em óculos para a sua situação emprestou-lhe um par, e ver o rosto da filha pela primeira vez foi o melhor presente que pôde receber.

Crédito: PA Real Life / Kayley Storey

Kayley é uma mulher da Inglaterra que sofre da rara doença de Stargardt desde os 15 anos de idade. Quando tudo começou, ela sentiu que algo estranho estava acontecendo com seus olhos quando não conseguia mais distinguir bem o que estava escrito na lousa da escola.

“Percebi que os rostos dos meus professores desapareceram, então fui ao oculista”, disse Kayley. Foi um cenário muito estranho para ela quando ela foi diagnosticada com a doença porque nenhum parente dela a tinha.

 

“Meus dois primeiros testes foram inconclusivos, então fui diagnosticada com a doença de Stargardt. Foi um verdadeiro choque para toda a minha família, já que não temos nenhum registro a esse respeito”, completou ela ao MetroNews.

Kayley é casada com Ryan, de 35 anos, com quem tem uma filha chamada Ivy. A bebê nasceu em dezembro do ano passado, mas a mãe não via direito seu rosto.

Crédito: PA Real Life / Kayley Storey

Em seu aniversário a mamãe recebeu o melhor presente do mundo, graças a um par de óculos feito especialmente para pessoas em tal situação, ele pôde ver Ivy claramente pela primeira vez . “Foi mágico”, disse a mãe ao Metro.

Os óculos foram fornecidos pela empresa OXSIGHT. “Eles me emprestaram os óculos para experimentar, mas se eu conseguisse um, mudaria tudo.”

Crédito: PA Real Life / Kayley Storey

Keyley contou que inicialmente não queria ter filhos, com medo de que desenvolvessem a doença. “Eu tinha medo de ter filhos, pois estava preocupada que eles tivessem a doença. Mas falando com Ryan, percebi que tudo ia ficar bem”, completou a mulher.

Aos 20 anos, Keyley participou do X Factor, o show de talentos. “Comecei a cantar porque era uma forma de me expressar (…) Se não tivesse sido diagnosticada com a doença de Stargardt, nunca teria começado a cantar na frente das pessoas”, disse ela na mesma ocasião.

 

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui