A rotina de quem tem filhos não é fácil, a rotina é intensa e o tempo é curto. Um caso compartilhado no portal Mirror mostrou a revolta de um mãe após escutar um comentário maldoso quando foi deixar seu filho na escola, em meio a um dia exaustivo.

A mãe, cuja a identidade foi preservada, trabalha durante 12 horas/noite como auxiliar de limpeza em uma fábrica de carnes. Após seu expediente, a mulher volta para casa com pouco tempo e precisa levar seu filho para a escola.

Imagem ilustrativa: Pixabay

Foi exatamente em uma dessas idas à escola, em meio à uma rotina corrida que a mãe da criança enfrentou um situação embaraçosa. Ela conta que estava “esperando a professora abrir a porta com outros pais, quando ouvi um deles dizer ao outro que eu fedo. Isso me irritou, mas eu não disse nada”, contou.

Ela continuou contando sobre o momento e acrescentou: “Uso a mesma roupa para trabalhar porque trabalho em fábrica e não quero estragar a roupa boa. O chato é que essas mulheres não trabalham. Eles deixam os filhos na escola e, Deus sabe o quê, eles não têm ideia do turno de 12 horas que acabei de fazer e de como eu e meu marido trabalhamos duro para podermos pagar os luxos que temos”.

Imagem ilustrativa: Pixabay

Concluindo, a mãe ressaltou sua preocupação em relação ao comentário e sobre como ele poderia afetar seu filho: “Não quero que meu filho seja incomodado na escola porque os pais andam dizendo que eu fedo. É irritante. Não posso me trocar depois do trabalho porque simplesmente não há tempo”, completou.

E você, o que acha sobre essa situação? 

 

Com informações de Metro World News 

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. O que importa para seu filho, querida, não é o perfume; se você usa algum ou nenhum, nem a roupa que você veste. A sua presença é quanto vale para ele hoje e sempre. Para ele, você é a Mulher Maravilha na qual ele confia, ama, admira e espera.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui