Essa passageira não teve o melhor dos voos quando uma mãe inconveniente sentada ao seu lado exigia que ela desligasse o filme que estava assistindo em seu celular.

A mãe, além disso, queria que a mulher cedesse o aparelho ao seu filho, para que ele pudesse se distrair durante o voo. Quando recusou a proposta da mãe, a passageira contou ao The Mirror que foi alvo de diversos palavrões.

O voo ia de Budapeste à Londres e até mesmo no momento do embarque, a mãe já havia pedido para a mulher trocar seu assento da janela pelo do corredor, onde seu filho estava sentado. Ela concordou e começou a assistir um filme em seu celular, com fones de ouvido.

Foto ilustrativa Pixabay

Apenas 20 minutos de voo depois, a mãe o filho trocaram de lugar e a criança ficou no banco do meio. No filme que a passageira assistia, em um certo momento, o protagonista “arrancou a cabeça de um bandido com uma mordida”. Foi aí que a mãe da criança a cutucou perguntando se o filme era apropriado para crianças.

A mulher percebeu então que o menino estava olhando para sua tela. Após verem que o filme era indicado para maiores de 15 anos, a mãe sugeriu que a mulher colocasse algo mais adequado para crianças ou desligasse o aparelho.

Filho, Garoto, Avião, Assento, Cinto De Segurança, Voar
Foto ilustrativa Pixabay

“Respondi que ainda iria assistir o filme que escolhi para o meu voo, aí foi o garoto que respondeu ‘Você tem algum jogo que eu possa jogar?’ e eu disse que não porque estava assistindo um filme”, relatou a passageira, que naquele ponto, já havia percebido a inconveniência da dupla.

A mãe então, decidiu intervir o diálogo dos dois e falou que seu filho estava entediado. Incomodada com a situação, a passageira respondeu que o fato da criança estar entediada não era problema dela e disse que a mãe precisava se programar com antecedência para as viagens.

Foto ilustrativa Pixabay

Segundo o relato da passageira no Reddit, a mãe e filho trocaram de lugar novamente e a mulher disse a ela em tom ofensivo, “Você poderia pelo menos deixar meu filho jogar agora sua maldita”. Já farta da situação, a passageira retrucou dizendo que a mulher deveria estar grata por ela ter trocado de lugar com a criança.

A história repercutiu nas redes sociais, espantando grande parte dos leitores. E você, o que faria nessa situação?

Com informações de Metro World News

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. Isso é brincadeira, fala sério. Mas se for verdade já causou síndrome do pânico na passageira que portava o celular, porque no próximo vôo já vai subir as escadas tremendo de medo…e com razão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui