Lucas de Moura Souza Lobo Campagnola, de 37 anos, é editor gráfico e sonhava em conhecer sua filha mais velha. Após uma separação com a mãe da menina, Lucas não teve a chance de conhecer a própria filha. Segundo ele, depois da separação, a mulher não deu mais notícias.

Em entrevista ao G1, o pai contou que conseguiu encontrar a menina de 15 anos com a ajuda de uma conhecida, dona de um restaurante da região. O estabelecimento, na cidade de Guarujá, fica na região onde Lucas suspeitava que a filha tivesse nascido, e, ainda morava.

Foto: Arquivo Pessoal

Após ele ter visto o post do restaurante em uma rede social, Lucas foi em busca de mais informações. A dona do restaurante entrou em contato com os funcionários do local e contou sobre o pai que procurava a filha. Minutos depois do pedido, a confirmação veio. A filha dele, Luanna, tinha sido encontrada.

“Ela [a dona do restaurante] mandou no grupo do restaurante a história, e o namorado da minha filha era funcionário dela. Ela me mandou mensagem e disse: ‘Lucas, achei a tua filha’. No mesmo momento, eu já entrei em contato com ela [a adolescente]”, contou o pai.

Lucas contou que mesmo estando feliz com a descoberta, ainda temia a reação de sua filha, por pensar que, talvez, ela pudesse ter alguma mágoa. Porém, para a felicidade de ambos, a garota foi receptiva e concordou em conhecê-lo.

“Por incrível que pareça, o sonho dela era o mesmo que o meu: me conhecer. Ela conhecia a minha história, e tinha até receio de que eu estivesse morto”, contou.

Foto: Arquivo Pessoal

Luanna também ficou surpresa pelo pai ter ido procurá-la. ”Para mim, ele já tinha sumido no mundo. Eu não esperava depois de tanto tempo”, afirmou. “Foi muito bom conhecer, saber quem me colocou no mundo”, completou a adolescente.

“Foi a maior alegria. Ela amou o irmãozinho. Soube que a família dela sempre procurou, também, mas com o sobrenome errado meu. A gente estava muito perto, mas muito longe. Foi incrível, estar com ela fez parecer que eu a conhecia a vida toda. É uma coisa inexplicável. Ela, eu não pude ver nascer, mas o irmão eu vi. Quando a conheci, foi a mesma sensação”, afirma o pai emocionado.

Lucas também deixou claro que, mesmo não acompanhando o crescimento da filha, sabe que Luanna teve uma excelente criação. “Ela tem um pai e uma mãe de criação que a fizeram crescer com muita dignidade. Eu sou muito grato, são pessoas maravilhosas”, afirma.

O pai também deu detalhes sobre os motivos de ter se afastado da família. Na época da gravidez, ele e a mãe de Luanna eram dependentes de drogas. Pouco depois, a família dele fez uma intervenção e o internou. Ele avisou que a ex-namorada estava grávida, e segundo o editor gráfico, os familiares se propuseram a ajudá-la também.

“Ela [a mãe da garota] acabou fugindo e sumiu, foi por isso que ainda não havia encontrado minha filha”, explica. Ele acabou perdendo o contato com a família depois disso.

Luanna foi criada pela irmã mais velha e a mãe da ex-companheira. Por vários anos, ele tentou encontrá-la, até mesmo pelas redes sociais, mas não conseguiu. A espera durou 15 anos, mas agora eles tiveram a chance de se conhecer.

Com informações de G1

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui