Tarcísio Meira era um artista que encantou diversas gerações por seu talento e personalidade. O ator era um homem que transbordava humildade e simplicidade. Seus vizinhos e funcionários lembram seus dias na fazendo em Porto Feliz, interior de São Paulo, onde estava em isolamento com a esposa Glória Menezes.

Em entrevista ao G1, as pessoas que cruzaram o caminho de Tarcísio expuseram suas histórias com o ator, relembrando momentos. A artesã Nivea Maria Turuel é uma das pessoas que já trabalhou para os artistas e passou pela fazenda do casal, ela conta que grande parte da família dela também já morou na propriedade.

“Ele sempre foi uma pessoa muito boa, sempre foi um homem simples. Vinha na casa da gente e tomava café com a gente. Ele não saía da cozinha, eu sempre estava com ele. Às vezes até me atormentando porque eu não tomo café e ele fazia eu tomar café”, lembra Nivea.

Foto: Reprodução/Instagram

A fazenda dos atores possui também criação de gado e plantações. O vizinho da propriedade e produtor de uva, Jeferson Castilho, afirmou que Tarcísio era tranquilo e simpático com todos da cidade, que tem cerca de 53 mil habitantes.

“A propriedade é vizinha nossa. Ele vinha comprar uva e era um senhor tranquilo, simples, um homem que conviveu muito em Porto Feliz. Várias vezes encontrei com ele em supermercado, farmácia, padaria. Muito tranquilo, simpático. Um homem que vai deixar muita saudade para Porto Feliz”, afirmou.

Já Regiane Dominicano diz que sempre será grata pelo acolhimento de Tarcísio por ela e sua família. Seu sogro foi contratado há 30 anos para trabalhar como ajudante geral no local e, desde então, tanto Regiane quanto o seu marido, que também trabalha no sítio do ator, passaram a morar no local.

“Meus sogros vieram do Paraná para trabalhar aqui com os três filhos. O meu marido começou a trabalhar com ele quando o meu sogro adoeceu e se aposentou e continua até hoje como tratorista agrícola. O Tarcísio foi uma pessoa maravilhosa com a nossa família, pois o meu sogro continua morando aqui no sítio.”, contou.

Foto: Reprodução Instagram

“Não era só patrão, era amigo de todos do sítio, fazia de tudo por seus funcionários. Ele era acostumado a dar presente às crianças do sítio no Natal e sempre tirava fotos com todos. Por causa da pandemia, no final do ano passado ele fez depósito bancário para não ter contato com ninguém”, relembra.

O sítio que recebeu o nome de “Sítio Glória” estava sob os cuidados de Tarcísio durante a pandemia de Covid-19.

Foto: Reprodução/Instagram

“Ele veio morar pra cá no começo da pandemia e apenas saía de carro acompanhado da Glória após o expediente dos funcionários. Ele gostava de ver a criação de gado e a plantação de milho que usava para a alimentação dos bois”, conta Regiane.

Em 2013, numa entrevista ao Globo Rural, Tarcísio contou que sua paixão pelo campo começou quando filmou com Anselmo Duarte, que tinha um sítio em Itu, interior paulista. Ele, então, amou o lugar e procurou um para ter também.

Foto: Reprodução/Instagram

“Ele me arrumou um lugar que eu pudesse reunir com amigos, em Porto Feliz. Uma terra ociosa. Perguntei para um amigo se me ajudava e ele disse que ajudava. Fizemos um confinamento. Não foi muito bem, mas também não foi mal. E comecei a aprender e de lá para cá fui aprendendo. Chegou uma hora que quis ser fazendeiro e procurei um amigo. O gado foi para Porto”, afirmou Tarcísio na época.

“O importante disso tudo, a terra, o campo, são muito importantes na minha vida. Me dá um equilíbrio que eu preciso. A televisão, o trabalho na televisão, você se exaure muito, empresta muito de si para o personagem. Então, você sofre com os problemas do personagem. Na fazenda é uma sensação muito especial. Você começa ouvir ruídos que você nem imagina”, disse durante a entrevista.

Tarcísio Meira, aos 85 anos, não resistiu às complicações da Covid-19 e partiu nesta quinta-feira (12). Deixando sua amada Glória Menezes e seu filho Tarcísio Filho. Meira nasceu em São Paulo (SP) no dia 5 de outubro de 1935. Estreou na Globo em 1967 e trabalhou em mais de 60 programas, entre minisséries, especiais e novelas.

Com informações de G1

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui