Acredite ou não, a participação feminina nos Jogos Olímpicos não tem tanta história quanto se imagina. Elas começaram a participar em 1900, mas só podiam estar em três tipos de esportes: golfe, tênis e vela.

Felizmente tudo isso ficou para trás, e na edição deste ano contamos com a participação de quase 49% de atletas mulheres, prontas para fazer história e, claro, mudar o futuro do esporte.

As atletas que estão participando das Olimpíadas de Tóquio estão se mostrando cada vez mais presentes. Desde se tornarem as primeiras mulheres a ganhar uma medalha para seus países e até mesmo questionar as normas já estabelecidas, como as do guarda-roupa – que sexualizava disciplinas como a ginástica.

A verdade é que todas essas atletas se tornaram uma inspiração para outras mulheres e de uma forma ou de outra marcaram a história dos Jogos Olímpicos.

Por isso, preparamos uma lista de momentos icônicos onde as mulheres foram protagonistas nas Olimpíadas de Tóquio 2020:

1. As levantadoras de peso Polina Guryeva, Hidilyn Díaz e a triatleta Flora Duffy levaram para casa as primeiras medalhas olímpicas da história do esporte de seus países

Foto: Getty Images

2. As ginastas alemãs se recusaram a usar collants e usaram trajes que cobrem todo o corpo

Foto Lionel Bonaventure

3. Rebeca Andrade se apresentou ao som de “Baile de Favela”

Foto: Ricardo Bufolin/ Panamerican Press / CBG

4. Elaine Thompson Herah levou o ouro para a Jamaica e se tornou a segunda mulher mais rápida da história

Foto: Bsr Agency

5. Momiji Nishiya, Rayssa Leal e Funa Nakayama se tornaram as mais jovens medalhistas olímpicas da história

Foto: Ezra Shaw

6. O Comitê Olímpico Internacional propôs que os porta-bandeiras de cada país fossem compostos por um homem e uma mulher

Foto: Picture Alliance

7. Ginasta Luciana Alvarado ergueu o punho em homenagem ao movimento anti-racista Black Lives Matter

Foto: Ashley Landis

8. A ciclista e matemática mostrou do que ela é capaz: levou o ouro para a Áustria

Foto: Tim De Waele

9. Naomi Osaka carregou a chama olímpica para iniciar a inauguração

Foto: Sergei Bobylev

10. Jessica Fox pegou o ouro depois de consertar seu caiaque com nada mais e nada menos do que um preservativo

Foto: Harry How

11. Simone Biles ensinou amor próprio e se retirou da competição para priorizar sua saúde mental

Foto: Jamie Squire

12. Kokona Hiraki e Hend Zaza são as competidoras mais jovens: elas têm apenas 12 anos de idade

Fotos: Sean M. Haffey / Anne Christine Poujoulat

13. Yusra Mardini passou de nadar como refugiada síria a nadar em seus segundos Jogos Olímpicos

Foto: Bsr Agency

14. Yulimar Rojas quebrou o recorde mundial de salto triplo olímpico e levou o ouro para a Venezuela. Ela é a primeira mulher venezuelana a conseguir ouro!

Foto: Christian Petersen

15. Oksana Chusovitina competiu aos 46 anos pela oitava e última vez nos Jogos, sendo uma inspiração

Foto: Ezra Shaw

16. A levantadora de peso Neisi Dajomes foi a primeira mulher do Equador a receber uma medalha olímpica

Foto: Chris Graythen

17. Raven Saunders, atleta negra e LGBTQIA+, protestou no pódio e mostrou a sua voz.

Foto: Ryan Pierse

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui