O Documentário ‘Você Nunca Esteve Sozinha’ já está disponível na Globoplay. Na produção, a vencedora do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire, contou a história de sua irmã mais nova e relatou diversos momentos que passou ao lado irmã quando ela foi internada após sofrer um Acidente Vascular Cerebral.

A irmã de Juliette se chamava Julienne e foi levada para um hospital público para ser tratada, mas Juliette tentou transferi-la para outro hospital com o objetivo de que a irmã tivesse um atendimento melhor.

Foto: Reprodução Extra Online

Juliette contou que parou uma enfermeira no corredor do hospital e perguntou sobre o estado de saúde de Julienne. “Eu acho que é meningite ou AVC, e, se eu fosse você, dava um jeito de tirá-la daqui”, respondeu a profissional da saúde. “Eu então pedi uma maca, o moço disse: ‘Não pode’. Eu respondi: ‘É um minuto’, e saí com a maca. Botei ela na ambulância, só fomos eu e ela dentro”, lembrou a ex-BBB.

A ex-namorada de Julienne, Sabrina Oliviera, contou mais detalhes sobre o ocorrido. “Eu consegui ver esse lado de leoa [da Juliette] quando ela tentou resolver a situação. Em questão de horas, ela conseguiu transferir a irmã dela de hospital”, disse.

Foto: Reprodução Extra Online

“Nem amarrar o cinto eu sabia, a travei nas duas pernas e sentei em cima, segurando para não cair”, relatou Juliette. Quando chegou no novo hospital, sua irmã mais nova foi direto para a Unidade de Terapia Intensiva e internada com AVC.

Juliette contou mais sobre seus momentos com a irmã: “Ela não conseguia falar porque estava com metade do corpo paralisado. [Pensou] Vou fazer uma piada para ver se ela está me escutando. ‘Ainda bem que tu fizestes depilação, né?’ Ela riu, está consciente”.

No mesmo dia da transferência, Julienne entrou em coma e passou por uma cirurgia. “Eu me ajoelhei, levantei e peguei na mão dela. Enninha, se você estiver me escutando aperta. Ela apertou. O médico falou, ‘isso são espasmos’. Falei, não é. Pisca o olho, por favor. Ela piscou. Eu falei, pisca duas vezes. Ela piscou duas vezes”, relatou a vencedora do BBB21.

A ex-sister ainda deu detalhes sobre o momento que ficou sabendo da morte da irmã, quando seu médico a contou, com os olhos lacrimejando.

“Eu perdi minha fé, perdi tudo. A minha mãe, coitada, ficava desesperada…todos os dias ela ia chorar na minha cama. Ela pedia para eu não fazer isso porque ela não ia aguentar perder duas filhas. Eu não tinha escolha? ia matar minha mãe também. Não podia fazer isso com ela. Engoli no seco e falei, ‘vou viver. Não vou fazer isso com a senhora’”, contou a maquiadora.

O título do capítulo do documentário é “A_MOReninha” que também dá nome a um poema que Juliette escreveu após um mês da perda da irmã. Leia:

“Eu sei que o mundo já não é belo,
que perdeu aquela alegria,
aquele esplendor,
mas não podemos deixá-lo,
o ciclo não acabou.
Sol… traga seu brilho de volta
Sem ele não consigo seguir
Venha nos aquecer,
venha nos abraçar
Venha nos proteger.”
– Juliette Freire

Com informações de UOL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui