Em rede nacional o pai de Lázaro Barbosa, o conhecido “Serial Killer do Distrito federal” se posicionou sobre os crimes do filho. Em uma entrevista para a Record TV, ele lamenta o que o filho está fazendo e destacou que não tem contato com ele.

“Peço desculpa por ser pai de uma pessoa desequilibrada, assassina, e que considero um monstro”, diz o pai na entrevista que foi exibida no Cidade Alerta. Ele também disse que não vê o filho há seis anos, e as últimas notícias que teve foi de que Lázaro havia falado para amigos que o mataria.

Lázaro está foragido há uma semana, na área rural de Goiás. Ele fez quatro vítimas de uma mesma família de Ceilândia, na região administrativa do Distrito Federal. Centenas de policias da região estão trabalhando na busca do criminoso.

A polícia afirmou que Lázaro circula pela região rural com habilidade. Ele age sempre armado, invadindo fazendas para comer, beber e descansar e obriga os moradores a cozinhar para ele.

Em uma semana, ele matou pelo menos quatro pessoas, baleou outras três e fez reféns em chácaras.

O serial killer também possui três mandados de prisão em aberto por roubos e estupro, em Goiás, e por um homicídio na Bahia. No Distrito Federal, ele é investigado por homicídio e roubo seguido de estupro.

Em 2013, após ter sido preso, passou por avaliação feita por uma junta médica. Na época tinha 26 anos, e o laudo apontou características de personalidade agressividade, ausência de mecanismos de controle, dependência emocional, impulsividade, instabilidade emocional, possibilidade de ruptura do equilíbrio, preocupações sexuais e sentimentos de angústia.

Com informações de R7

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui