Uma mãe de 30 anos do condado de El Paso, no Texas, Estados Unidos, foi presa nesta sexta-feira (4) por acusações de invasão criminosa e adulteração de registros. Ela tentou se passar pela filha, que tem 13 anos, em uma classe da escola.

Casey Garcia colocou roupas iguais a de sua filha, um moletom de super-heróis com capuz, um óculos e uma máscara facial preta. Casey fez isso porque queria provar que o sistema de ensino é inseguro a ponto de não reconhecer se e verdadeira aluna está presente.

Reprodução Youtube

A mãe fez um vídeo que foi postado no Youtube. Ela filma com a câmera de seu celular ela passando pelos corredores do colégio, onde é advertida por um professor devido o uso do celular, e depois senta-se em uma cadeira, já na classe, onde mostra-se fazendo as atividades.

“A escola estava tão preocupada com o fato de meu telefone estar desligado que eles nem prestaram atenção em quem eu era”, diz a mulher de 30 anos.

“Isso é sobre nossos filhos e a segurança deles. Estou tentando evitar outro tiroteio em massa”, disse ela, lembrando de um atentado em uma escola do estado do Tennessee ocorrido em abril desse ano.

No vídeo postado, ela revela que só foi descoberta por uma aluna da escola, na última aula do período, mas que nenhum professor havia percebido.

Casey, entretanto, foi punida e detida. A mulher foi autuada pelas acusações relacionadas ao vídeo feito e por uma infração de trânsito – não detalhada pelas autoridades —, e só será colocada em liberdade se pagar a fiança de US$ 8 mil (cerca de R$ 40 mil).

Com informações de UOL

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here