Rafaella de Bona Gonçalves é curitibana e designer de produto. A jovem que concluiu seu curso recentemente continuará sua carreira focada em tornar realidade um projeto que desenvolveu em um curso paralelo.

Arquivo pessoal Rafaella de Bona Gonçalves

O projeto, que visa soluções de impacto social rendeu reconhecimento e prêmio internacional de design para estudantes. Trata-se de um absorvente interno feito de fibra de banana para mulheres vulneráveis, que vivem nas ruas.

Tudo se encaixa: é um produto descartável, porque essas mulheres não têm acesso a banheiros ou água limpa, e sustentável, feito de material orgânico para que não agrida o meio ambiente.

O projeto, denominado Maria, por ser “um nome muito brasileiro, que acolheria todas essas mulheres invisíveis”, surgiu a partir do trabalho de conclusão do curso livre, que exigia que os estudantes criassem produtos com base em um dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Rafaella então iniciou sua criação que é focada em aliviar o sofrimento e desconforto de mulheres e garotas em situação de rua no período menstrual, que não têm acesso a produtos de higiene, banheiros e água.

Arquivo pessoal Rafaella de Bona Gonçalves

Durante sua pesquisa, a estudante se deparou com o conceito da ‘pobreza menstrual’. Além disso, descobriu que, desde 2014, a ONU (Organização das Nações Unidas) reconhece que “o direito das mulheres à higiene menstrual é uma questão de saúde pública mundial e de direitos humanos”.

“Além da pobreza menstrual, essas mulheres ainda enfrentam muitos outros problemas como gravidez e agressões sexuais“, enfatiza Rafaella. “Foi um choque saber como elas passam pelo período menstrual”, completa a estudante à revista TPM.

Para a produção do absorvente interno, ela procurou materiais orgânicos porque o produto precisava ser descartável e não poderia causar danos ao meio ambiente. “Descobri uma empresa da Índia que fabrica absorventes com fibra de banana e resolvi usar esse material”, contou.

Arquivo pessoal Rafaella de Bona Gonçalves

“Gosto muito dessa área de criação e acredito que a gente pode ir além do design de moda, da forma bonita, do estilo. Acredito, acima de tudo, que podemos resolver problemas da sociedade de uma forma sustentável”, conta.

O projeto Maria Absorventes Internos foi reconhecido em setembro de 2019, e Rafaella ganhou o prêmio do iF Design Talent Award pelo seu trabalho desenvolvido. O iF World Design Guide é um dos prêmios mundiais mais importantes para estudantes da área de design.

Para conhecer o projeto de Rafaella, clique a seguir: Projeto Maria Absorvente Íntimo.
Com informações de Conexão Planeta

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here