Veja o que faz o verdadeiro amor pela profissão! Essa professora viaja de canoa duas vezes por semana até uma comunidade indígena para ensinar crianças que não têm energia elétrica e recursos de tecnologia e internet para assistirem aulas online.

O nome dessa professora incrível é Graciela Bouche, de 37 anos, e ela ama tanto o que faz que vai da sua casa, numa cidade do Panamá, até uma área rural na província de Colón para ensinar crianças da etnia da comunidade Emberá.

As crianças moram em uma área de selva na cidade de Gamboa, onde o sinal de internet é praticamente nulo.

“A decisão foi devido ao problema de conectividade que eles têm e por isso, não estavam recebendo o conteúdo acadêmico como o resto do alunos. Isso me motiva a vir e me aproximar deles para dar uma aula semi-presencial”, explica Graciela em entrevista à mídia local.

Graciela atravessa o rio Chagres de canoa com a ajuda de Madelaine, uma indígena de 25 anos que rema para levar a professora ao porto de Ella Puru, próximo ao local.

A professora leva junto de si um quadro-negro, um laptop e um pouco de comida para seus amados alunos.

Parabéns, Graciela! Que professora!

Com informações Nation
Foto: reprodução Nation

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui