A primeira vacina brasileira contra a Covid-19 já está sendo desenvolvida e pelo Centro de Tecnologia em Vacinas (CT-Vacinas) da UFMG, Universidade Federal de Minas Gerais. É uma grande notícia e que traz esperança para o povo brasileiro.

A equipe está se preparando para lançar estudos clínicos em breve, seguindo todos os parâmetros da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para depois começar os testes em humanos.

“Será preparado um lote piloto para testagem em animais, e que servirá também para humanos, e usa essa formulação para o teste clínico de segurança, inicialmente, imunogenicidade, e, depois, o teste de proteção”, disse a professora da universidade parte dos estudos.

A perspectiva é que, havendo investimentos privados ou do governo federal, os testes em humanos possam ser realizados ainda em 2021, garantiu a professora.

Na fase inicial do projeto e nas alternativas buscadas pelo CT-Vacinas, foram investidos cerca de R$ 5 milhões.

“Esse processo vai ser, realmente, um marco histórico, que vai poder ser replicado para outros processos, para que o Brasil tenha independência nessa área estratégica”, disse a coordenadora do CT-Vacinas, Ana Paula.

Ela lembra que todas as vacinas usadas em humanos no Brasil atualmente são de tecnologias importadas de outros países.

“O Brasil tem competência para fazer isso. Precisa é colocar os elos da cadeia conectados”, destacou Ana Paula.

Com informações Agência Brasil
Foto: Agustin Marcarian/ Reuters

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here