Um recém-nascido se tornou o primeiro caso registrado no mundo de um bebê com anticorpos contra a Covid-19. Viva!

Pesquisadores de uma universidade na Flórida, EUA, encontraram anticorpos no sangue do cordão umbilical do recém-nascido. A mãe tinha recebido a primeira dose da vacina contra o novo cornavírus ainda durante a gravidez.

O caso foi relatado e publicado na medRvix no dia 5 de fevereiro deste ano.

A pesquisa acompanhou uma profissional de saúde que atuava na linha de frente de combate ao coronavírus e estava gestante.

Ao completar 36 semanas e três dias de gravidez, a profissional foi imunizada com a vacina fabricada pela farmacêutica americana Moderna.

Três semanas depois, a mulher deu à luz uma menina. O parto foi normal.

“Demonstramos que os anticorpos anti-SARS-CoV-2 IgG são detectáveis em uma amostra de sangue do cordão umbilical de recém-nascidos após uma única dose da vacina. Portanto, há potencial para proteção e redução do risco de infecção do SARS-CoV-2 com a vacinação materna”, explica o estudo.

Apesar de o resultado ser animador, os cientistas adotaram cautela, dizendo que o estudo é preliminar e ainda não foi revisado.

“Mais estudos serão necessários para quantificar a quantidade de anticorpos neutralizantes virais presentes em bebês nascidos de mães que são vacinadas antes do parto. Além disso, instamos outros pesquisadores a criar registros de gravidez e amamentação, bem como conduzir estudos de eficácia e segurança das vacinas contra a Covid-19 em mulheres grávidas e lactantes e seus filhos”, concluíram.

Com informações CNN
Foto: News Medical

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here