Sim, é isso mesmo que você leu! A população adulta inteira da cidade de Serrana, que fica próxima de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, será vacinada contra a Covid-19 ao mesmo tempo a partir da semana que vem.

Serão 30 mil voluntários acima de 18 anos vacinados dentro dos 45.644 moradores do município. O objetivo parte de u ma pesquisa realizada do Instituto Butantan para saber se a vacinação em massa pode de fato diminuir a transmissão do novo coronavírus, controlando assim sua infecção.

Chamado de Projeto S, ele anunciado na última sexta, 12, pelo Butantan e pela prefeitura da cidade. A ideia é saber qual é a capacidade da Coronavac em modificar o curso de uma epidemia.

A imunização terá início no dia 17 de fevereiro e a população poderá se cadastrar até a véspera, dia 16.

Para facilitar a vacinação em massa, a cidade será divida em quatro regiões, separadas por cores. A vacinação será feita entre quarta-feira e domingo da próxima semana de acordo com o cronograma de cada cor e região.

Os postos de vacinação estarão montados em oito escolas do munício, de acordo com as áreas determinadas para o estudo de aplicação das doses.

A estimativa do Butantan é a de que em 13 semanas já será possível obter as resultados e dados necessários para conhecer os efeitos da imunização em massa.

A cidade de Serrana foi escolhida para participar do projeto por ter apresentado dados preocupantes de transmissão do novo coronavírus em um inquérito sorológico realizado pelo próprio instituto no ano passado e também por outros motivos:

“É uma cidade relativamente pequena, tinha uma grande porcentagem de caso ativos (5%, de acordo com inquérito sorológico feito em abril do ano passado) e tem mais de 10 mil moradores que viajam todos os dias, circulação que propicia a proliferação de doenças infectocontagiosas”, falou diretor-geral do Hospital Estadual Serrana, Marcos Borges.

A participação é voluntária e os dados dos cidadãos que tomarem a vacina ficarão protegidos sob sigilo.

Um assistente virtual pelo WhatsApp estará disponível para tirar dúvidas da população e ajudar a monitorar efeitos da vacinação:

“A Tainá, nossa assistente virtual, vai ser fundamental para a divulgação do Projeto S e o acompanhamento da população de Serrana após a vacinação”, explicou Dimas Covas, diretor-presidente do Instituto Butantan.

Com informações Agência Brasil
Foto: Reprodução/EPTV

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here