Dois filhotes de Mico-leão-preto, nasceram este mês, no Zoológico de Belo Horizonte. Os gêmeos representam um símbolo da Mata Atlântica e, infelizmente, pertencem a uma das espécies de primatas mais raras e ameaças do mundo de extinção.

Na tentativa de preservar a espécie, técnicos do zoológico ajudaram na reprodução do mico em cativeiro. Eles conseguiram um outro macho, depois que a mãe havia rejeitado o anterior. O pai foi enviado pela Fundação Parque Zoológico, que fica em São Paulo, através do Plano de Ação Nacional para Conservação dos Mamíferos da Mata Atlântica.

O sexo dos gêmeos não foi divulgado porque durante os primeiros dias de vida, os técnicos cumprem um certo distanciamento, tentando ter o mínimo de contato possível para reduzir possíveis perturbações à família e situações de stress aos animais, que são extremamente dedicados e autossuficientes para cuidarem das suas crias.

O Mico-leão-preto já foi considerado extinto da natureza por muitos anos e, ainda hoje, sua situação é grave, ameaçada da total extinção da espécie.

Com informações BHAZ e PBH
Foto: PBH / divulgação

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here