Graças a Deus! Mais ajuda chegou para Manaus e outras cidades do Amazonas nesta segunda-feira, durante o colapso no sistema de saúde abarrotado de pacientes doentes por causa da pandemia.

A Venezuela enviou um super carregamento com 107 mil metros cúbicos de oxigênio. As carretas, cada uma transportando cerca de 25 mil metros cúbicos, atravessou a fronteira com o Brasil na tarde de ontem, domingo, e chegaram hoje em Manaus.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, informou que os primeiros caminhões partiram no sábado da fábrica do SIDOR, em Puerto Ordaz, que fica localizada a 1.500 quilômetros de Manaus.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, agradeceu:

“Esta é uma das cargas significativas de oxigênio chegando aqui no estado do Amazonas. Deve chegar até terça-feira, vinda do Distrito de Bolívar, na Venezuela, e é uma doação que está sendo feita pelo governador daquele estado, que também está vindo ao Amazonas para fazer essa entrega aqui. Isso vai contribuir significativamente para que haja uma estabilidade na nossa rede hospitalar, tanto na capital quanto no interior”, disse o governador do Amazonas.

Outra boa notícia é que os trabalhadores da linha de frente do combate à pandemia no estado também receberão a vacina Coronavac, agora liberada pela Anvisa em caráter emergencial.

As vacinas também chegaram hoje e serão entregues ao Ministério da Saúde do estado como parte das seis milhões de doses que o Instituto Butantan importou da China – tirando é claro a quantidade que o estado de SP tem direito.

Wilson gravou um vídeo no Twitter e desmentiu fake News de que teria recusado as vacinas oferecidas pelo governo de SP.

Assista o vídeo abaixo do governador:

Com informações Metrópoles
Foto: Raphael Alves / EFE

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here