Esse garotinho com paralisia cerebral recebeu a pior das notícias. Os médicos disseram aos seus pais que ele provavelmente nunca andaria, engatinharia ou sequer falaria. Mas ele conseguiu e está emocionando muita gente.

Atualmente com 3 aninhos, o pequeno Malakai consegue andar com ajuda de um andador, falar e também cantar – que por sinal, ele adora. O menino canadense nasceu prematuro pesando bem pouco: apenas 1,72 kg. Malakai precisou ficar internado na UTI por 12 dias.

Por causa do nascimento precoce, o garotinho acabando sofreu danos cerebrais e quando completou 17 meses foi diagnosticado com paralisia tetraplégica espástica.

Apesar do prognóstico, os seus pais nunca desistiram da sua recuperação. Trabalhando com especialistas, Malakai contradisse todos os médicos que disseram que ele nunca mais falaria:

“Fazemos exercícios diários e fisioterapia em casa, junto com consultas de terapia no Ottawa Childrens Treatment Center a cada duas semanas, na esperança de que possamos construir músculos em seu núcleo e ajudar a soltar os músculos tensos em seus braços e pernas”, escreveu a mãezona, Lindsay no GoFundMe.

A família, obviamente, comemora cada vitória do pequeno.

Malakai está fazendo sucesso na internet porque adora cantar o ABC, “Old MacDonald Had a Farm” e muito mais.

Lindsay disse que não se cansa de ver com muito orgulho quando o seu filho realiza algo em que trabalhou duro, seja pegar um brinquedo que queria ou mesmo conseguir usar uma simples colher.

No vídeo abaixo dá pra ver a felicidade e a evolução do garotinho, contrariando todos os prognósticos médicos a seu respeito:

A família do garoto mantém ativa uma vaquinha no GoFundMe pra ajudar no tratamento dele – que está longe de ser barato.

Com informações Inspire More
Fotos: reprodução Go Fund Me

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here