Basicamente significa que todos os residentes da cidade serão automaticamente adicionados a uma lista de doadores de órgãos. Quem não quiser fazer parte é só pedir para ser retirado da lista. Mas a intenção do cadastro automático é a possibilidade de salvar o maior número de vidas.

A cidade em questão é a Nova Escócia jurisdição da América do Norte, que fica no Canadá.

A nova Lei de Doação de Órgãos e Tecidos Humanos entrou oficialmente em vigor no último dia 18 de janeiro. A ideia é fazer com que mais pessoas sejam incentivadas a doar.

A decisão de cada residente será registrada no Cadastro de Cartões de Saúde e exibida no Cartão de Saúde próprio da pessoa.

Os únicos isentos do programa serão menores de 19 anos, pessoas que não conseguem tomar decisões sobre a própria saúde – seja por problemas mentais e outros e aqueles vivem na Nova Escócia há menos de 1 ano.

Pra quem não sabe, os órgãos e tecidos de apenas um único ser humano – que incluem pele, osso, válvulas cardíacas, córneas e muito mais – podem mudar, ou salvar a vida de 80 pessoas, dependendo do estado dos órgãos.

Com informações do Narcity
Foto: Vadim Petrov | | de Ron

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui