A Bygone Society nasceu como um ponto de encontro inclusivo para aqueles que amam o século passado. Enquanto para muitos significa um encontro em uma jornada para tempos mais extravagantes, outros consideram as roupas do século XX um estilo de vida, tanto que as usam diariamente, tornando-as o seu modo de vida presente.

A Bygone Society é uma grupo de pessoas que se recusa a sair do século passado. Eles organizam encontros de amigos em diferentes casas, campos e lugares históricos. A ideia é transportar-se o mais fielmente possível ao passado, onde a roupa é essencial.

Yerimen Iglesias é a administradora da Bygone Society e fundou o grupo após ter tido experiência em outras organizações de iniciativas deste estilo, embora gostasse da moda dos anos 20, ela queria cobrir o século 19 até meados dele, movida pela paixão gerada pela moda da época.

bygonesociety

A tal “sociedade” busca quebrar mitos e inseguranças da moda, a começar pelo uso do espartilho. O que para muitos pode significar uma norma repressiva em relação às mulheres, vista quase como uma tortura, para Iglesias e outras mulheres do grupo, elas garantem que não precisa ser assim, pois muito do que ocupa até as fazem se sentirem mais confortáveis do que as roupas usadas hoje em dia.

Eles não se limitam a usar apenas roupas aristocráticas. Os encontros permitem e buscam a diversidade, além de jogar com os papéis das diferentes classes sociais daquela época.

Para Yerimen, não se trata apenas de ir a eventos fantasiados, mas de todo um estilo de vida, de pessoas que são apaixonadas por viver assim todos os dias. “Escolhemos porque nos deixa mais confiantes”, disse a administradora à UPSOCL, que também afirma que infelizmente atividades rotineiras como o seu trabalho a impedem de se vestir como gostaria todos os dias.

Para muitos, a moda do presente não os representa, seja pela forma, cores ou materiais. Para a administradora da Bygone Society, pessoalmente, ela nunca se sentiu confortável com a moda padronizada dos tempos atuais e encontrou conforto em roupas vintage e antigas dos anos 1900 e 1940, seus anos prediletos.

bygonesociety

“Escolhemos este tipo de guarda-roupa porque nos permite brincar mais com a criatividade, ao transformar as peças actuais em peças do passado, adaptando as roupas dos nossos antepassados ​​e dando-lhes uma nova vida. É algo realmente lindo.” disse Yerimen Iglesias para Upsocl.

Curioso, não? O que você acha?

Com informações UPSOCL

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui