Um piloto da companhia aérea Azul foi amplamente aplaudido pelos passageiros elogiados nas redes sociais depois uma linda atitude de empatia e solidariedade. O avião já estava na pista decolagem, quando o piloto decidiu voltar para embarcar uma senhora que perdeu o voo e chorava muito no saguão do aeroporto. O motivo: sua mãe estava na UTI.

Esse caso completamente inusitado e ao mesmo tão notável aconteceu no último dia 23 no aeroporto de Governador Valadares, em Minas Gerais e só veio a público agora pelo site AEROIN.

Mesmo sabendo dos possíveis impactos negativo que isso poderia gerar para os outros passageiros do avião, o comandante Julio Grizze insistiu em fazer o certo – ainda mais em tempos de pandemia, sabemos o quanto a deslocação da população não está sendo fácil, principalmente de avião.

O comendante Julio anunciou a decisão pelo sistema de áudio do avião e foi sincero com todos os passageiros ao informar o motivo de estar retornando. A reação dos passageiros foi surpreendente.

Todos, sem exceções começaram a aplaudir a decisão do piloto.

A senhora então conseguiu embarcar no voo de Governador Valadares até Confins e tudo terminou bem. A aeronave, inclusive pousou com tempo suficiente e nenhuma conexão foi prejudicada.

A história foi contada num e-mail enviado pelo presidente da própria Azul, John Rodgerson. Ele parabenizou nominalmente o comandante Julio Grizze, o copiloto André Christofoli e as comissárias Olivia e Carla, além da equipe terrestre da empresa.

“Comandante Julio e toda a tripulação do voo, e também time de solo de Governador, que linda atitude e demonstração de consideração com a nossa cliente! Vocês souberam muito bem trabalhar em equipe para mostrar que, o que realmente importa para nós da Azul, é cuidar das pessoas, sejam elas tripulantes ou nossos clientes”, cumprimentou.

Com informações AEROIN
Foto: reprodução / AEROIN

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO



Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

12 COMENTÁRIOS

  1. Tempos apocalípticos esses, em que a bondade extrapola seu limite de ser boa, tanto quanto o mal recrudesce sua crueldade.Pessoas se destacando do comum da maioria, seja fazendo o bem ou o mal, optando pelo certo ou pelo errado, nos convidando a reflexões profundas sobre esse antagonismo de valores que nos define a condição de anjos ou demônios, embora humanos.Comandante Júlio, não por acaso, escolheu voar de volta, no caminho dos anjos para fazer a diferença, porque conhece o Céu.

  2. Acredito que essa pandemia esta mostrando a todos que a vida, as pessoas, o ser humano importa, em detrimento dos ganhos, do poder, do status.
    A empresa que valoriza isso já sai na frente para o novo mundo.
    Parabens a equipe pela ação concreta em relação ao outro e parabens a direção da Azul por valorizar essa atitude.

  3. Que linda e louvavel a atitude dessa equipe.dessa empresa .quanto respeito e humanidade existiu nesses coraçoes.eu fico encantada.parabéns a empresa e a essa grande equipe que trabalhou com tamanha humanidade queDeus os proteja e os abençoe a cada um.

  4. É isso que todo prestador de serviço deveria aprender, é tratar o cliente da melhor forma possível, atitudes como essas vao além do marketing, das promoções, é disso q as pessoas precisam

  5. Parabéns ao Cmte Julio Grizzi pela decisão tomada em relação a este caso.Parabenizo tbm todos os tripulantes q tiveram a compreensão do fato.
    À de se ressaltar a compreensão do presidente da companhia Aérea,q tbm foi solícito ao Cmte e ao Co Piloto…

  6. Fiquei emocionada com a situação e parabenizo a equipe azul, pois já perdi um voo e sei o quanto é difícil. Parabéns comandante pela atitude. E a todos! Espécimes aos passageiros que entenderam plenamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui