Conheça a história de amor de uma filha que fez algo incrível para poder cuidar e ficar perto do seu pai com Alzheimer, durante a pandemia. Nina Ambrose, de 49 anos, pediu e conseguiu emprego na casa de repouso na qual Roger, seu pai, estava.

Desde abril, Nina trabalha três turnos por semana na casa de repouso de Chelmsford, na Inglaterra e, após cada serviço, ela consegue visitar o pai.

“É adorável e gratificante o trabalho, me dá uma rotina e pude conhecer os residentes e a equipe em um momento de isolamento para muitos. Além disso, estou vendo que a história e a jornada de cada pessoa com demência são diferentes.. Sem isso, minha saúde mental teria sofrido muito durante o confinamento”, falou Nina.

Além de estar mais perto do pai, o emprego fez com que Nina descobrisse uma nova paixão em sua vida: ajudar idosos.

“Eu adoro isso. Os residentes ficam muito felizes quando eu entro, eles começam a bater palmas e a dizer ‘cante, cante’ e se lembram de todas as canções antigas. A música tem um grande impacto nas pessoas com demência. Foi uma grande virada de jogo”, explicou.

“Eu sinto que tenho muito para dar. Adoro fazer as pessoas felizes … gostaria de espalhar essa alegria o máximo que puder, trabalhando todos os dias da semana em cinco lares de idosos diferentes”, afirmou.

No seu Instagram, ele registra a jornada de Roger e a doença no perfi @rantsandbigpants para ajudar outras pessoas em situações parecidas. E ela deixa um recado para famílias que vivem com pessoas que sofrem de Alzheimer:

“Não precisa ser só desgraça e tristeza: você pode explorar o que deixava a pessoa feliz e ela pode desfrutar agora das atividades que antes ela gostava de fazer. Conto a mesma piada para o papai todas as semanas e ele ri loucamente”, concluiu a filha.

A história de Nina com o pai teve tanta repercussão que foi selecionada entre 20 para o Museu da Empatia, em Londres.

Com informações Writtle in Essex e GNN
Foto: SWNS

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here