Uma cena emocionante de amor e respeito pra ficar na história do UFC. Após vencer um dos maiores ícones do esporte no mundo, o lutador Anderson Silva por nocaute – no último sábado, em sua luta de despedida, 31 – Uriah Hall se ajoelhou perante seu ídolo e, além de chorar, pediu desculpas por ter ganhado no ring.

“Eu te amo. Me desculpe! Você é a razão pela qual faço isso. Você ainda é um dos maiores de todos os tempos”, disse Uriah Hall, que sempre foi fã de Anderson Silva.

Também chorando, Silva respondeu para o colega de trabalho.

“Você pode ser campeão. Continue fazendo o que faz, não importa o que digam. Você pode ser”.

Na entrevista coletiva, o lutador jamaicano explicou porque pediu desculpas pra Anderson Silva:

“Eu disse que sentia muito por nocautear ele. Me senti mal… Todos nós sabemos que ele é durão, o que ele fez pelo esporte. Um cara como eu, que foi inspirado por ele quando tinha 22 anos. Foi difícil separar essas emoções e lutar com meu ídolo. E bater nele e acabar com ele. Foi estranho”, afirmou.

A disputa aconteceu em Las Vegas, local dos maiores eventos do esporte.

O nocaute aconteceu no quarto round, quando Anderson Silva recebeu um golpe no queixo e desabou, não dando chances para Hall acabar com a luta.

Ainda sobre o ídolo, Hall acrescentou:

“O que faz ele ser difícil é sua a criatividade. Ele é muito criativo, é fácil se perder ali. Já vimos o Anderson no decorrer de sua carreira ir lá e acabar com pessoas. E da forma como ele faz isso, superelegante. Então era arriscado”, finalizou o jamaicano.

Com informações MSN
Foto: Jeff Bottari/Getty Images

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here