O seu nome Carvey Maigue e ele criou e desenvolveu o AuREUS, um dispositivo que usa restos de colheitas para absorver a luz ultravioleta do sol, convertendo em eletricidade. A tecnologia pode ser usada em janelas e paredes.

Já deixou de ser segredo há muito que o planeta precisa de ajuda, principalmente em termos ecológicos. Felizmente, tem muita gente parte das novas gerações bem engajada para fazer o possível para resolver este e outros problemas. Tudo de forma sustentável e também mais baratos.

O mais recente foi conhecido no prêmio James Dyson deste ano, que havia selecionado 1.800 projetos de jovens inventores de 27 países que tiveram que cumprir um único objetivo: projetar algo que resolva um problema. Dos selecionados, apenas 20 foram escolhidos para a finais dos prêmios como Vencedor Internacional, Vencedor em Sustentabilidade ou Finalista Internacional pela Fundação James Dyson.

Um dos projetos participantes da corrida acabou sendo do jovem Carvey Maigue, da Universidade de Mapua. É AuREUS, um dispositivo que transforma frutas e vegetais estragados em eletricidade limpa e renovável – tudo que precisamos.

A sua tecnologia usa restos de colheita, como frutas e vegetais que estragaram para absorver a luz ultravioleta =do sol para convertê-las em eletricidade. O resultado é obtido porque funciona como o fenômeno que cria a aurora boreal: partículas de alta energia são absorvidas por partículas luminescentes que as devolvem como luz visível. Incrível, não?

“Este ano trouxe enormes desafios e, se uma coisa é certa, nossos 20 maiores inventores mostraram que mentes jovens e curiosidade não filtrada precisam de um lugar à mesa”, disse Dyson, Diretor Global de Sustentabilidade para o jornalista Tom Crawford da Esquire.

“Sempre há a necessidade de resolver problemas e a quantidade e amplitude de inscrições neste ano mostram que o futuro da invenção é brilhante”, acrescentou.

Atualmente, os candidatos aguardam o resultado do concurso que será conhecido hoje, 19 de novembro. Todos os 20 finalistas foram analisados pelo próprio James Dyson.

Com informações Esquire
Fotos: The James Dyson Award

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here