Vários países estão endurecendo suas penas para quem for condenado por maus-tratos com animais. Agora é a vez da Austrália: “As pessoas que cometem esses crimes são, sem dúvida, as piores das piores pessoas, são a escória absoluta”, afirmou o ministro da Agricultura, Adam Marshall, ao apresentar as novas leis.

O país da Oceania acaba de autorizar a apresentação novas e mais rígidas leis para combater o abuso de animais. Agora, os donos de animais que abusaram ou torturaram seus animais enfrentarão multas de US$ 110.000 mais 2 anos de prisão, no máximo.

Aqueles que deixarem de fornecer comida ou abrigo para seus animais de estimação enfrentarão multas pesadas de US$ 16.500 e ainda enfrentar a possibilidade de seis meses de prisão.

O ministro da Agricultura, Adam Marshall, apresentará as novas leis próxima semana ao governo australiano.

“Em alguns casos, essas punições são mais que o dobro da maioria dos outros estados, então, quando essas leis forem aprovadas, Nova Gales do Sul terá o conjunto mais duro de penalidades por crueldade contra animais na Austrália”, acrescentou ao Daily Telegraph.

Marshall foi enfático sobre a importância de endurecer essas penalidades. “Pela primeira vez, daremos poderes aos tribunais para emitir uma ordem que uma pessoa nunca mantenha, cuide ou até mesmo crie um animal em qualquer lugar em New South Wales”, concluiu.

Com informações Daily Telegraph
Foto: Unplash

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here