Não é fake news. Realmente plantar sementes ou mudas em jardins pode te ajudar a reduzir os níveis de estresse sem que precise tomar qualquer medicamento.

Isso é resultado de uma nova pesquisa realizada pelo Departamento de Arquitetura Paisagista em colaboração com a Royal Horticultural Society (RHS) do Reino Unido.

Cientistas das Universidades de Sheffield, Westminster e Virginia, foram capazes de descobrir que um jardim mais verde pode sim ajudar as pessoas se sentirem mais felizes, relaxadas e numa relação mais próxima com a natureza em geral.

“Os dados de redução de estresse são surpreendentes, pois encontramos uma resposta tão significativa com apenas um número relativamente pequeno de plantas. Agora sabemos que o acesso até mesmo a um pequeno pedaço da natureza tem efeitos benéficos para nossa saúde’, disse a Dra. Lauriane Suyin Chalmin-Pui, responsável por liderar a pesquisa.

Luise, que agora é bolsista do RHS Wellbeing, falou um pouco sobre a pesquisa:

“Agora podemos evidenciar a necessidade vital de incorporar plantas em nossos jardins frontais e espaços domésticos. Isso exigirá uma mudança na forma como criamos estratégias, projetamos, planejamos e construímos nossos espaços residenciais.

Ela também falou do efeito transformador que esse simples gesto pode trazer para as pessoas.

“Desde que comecei esta pesquisa, é fascinante ver como a adição de plantas aos jardins frontais realmente teve um efeito transformador na vida dos residentes. Residentes que sofrem de solidão e outros problemas de saúde mental acharam isso especialmente edificante e motivador”, finalizou.

Com informações GNN
Foto: Daniel Öberg / Unsplash

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here