Este artista indiano, de Bengaluru, simplesmente consegue criar retratos impressionantes em sua máquina de escrever, como se fossem obras de arte. Aliás, elas são.

AC Gurumurthy é um ex-bancário que teve a ideia era criar algo “novo”. Foi daí que ele se viu diante de um dom magnífico: criar arte com uma máquina de escrever.

O seu sonho agora é entrar Guinness Book, o Livro dos Recordes.

O artista disse que ele soube como criar a arte em 1968, quando Robert Kennedy foi assassinado. Nesta época que ele começou a criar os tais retratos com a máquina. Naquele tempo, o seu trabalho foi publicado em vários jornais.

“Essa foi minha grande descoberta na minha vida. Daquele dia em diante comecei a fazer tentativas regulares em máquinas de escrever e fiz 250 a 300 desenhos até agora”, contou.

Entre as obras já feitas por ele, estão nomes importantes da história do mundo, tais como Mahatma Gandhi, Madre Teresa e Nelson Mandela, além dos inesquecíveis Bruce Lee e Charlie Chaplin.

Gurumurthy tem treinamento profissional em máquina de escrever por causa do tempo em que trabalhou no banco e precisava digitar cerca de 90 letras por minuto.

Agora ele usa seu talento para se dedicar na sua paixão pela arte. Ele leva em média três horas para criar um único retrato.

Assista ao vídeo e confira por você as obras de artes que ele faz:

Com informações Indian Times
Foto: reprodução Twitter

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here