Duas brilhante cientistas de Milão, na Itália, conseguiram descobrir uma forma de proteger o meio ambiente. As jovens criam um papel usando restos de alimentos, o que significa poupar a vida de várias árvores.

Greta Colombo Dugoni, de 28 anos, é doutoranda e realizou o projeto ao lado da pesquisadora Monica Ferro, de 37, tudo isso nos laboratórios do Instituto Politécnico de Milão, lugar onde criaram o projeto Bi-Rex, um nome oriundo da junção de “biomassa” e “reciclagem”.

Em vez da celulose, matéria-prima da qual é feito o papel há tempos, a ideia das jovens é evitar o desperdício de alimentos e usar resíduos de por exemplo: processamento de cervejas, cascas de arroz e cascas de camarão pra criação de um papel sustentável.

A descoberta dessas brilhantes cientistas podem fazer com que várias árvores sejam salvas, além da economia do custo de incineração de resíduos apresentar baixo custo, pois os resíduos se transformam na biomassa na criação do papel.

O projeto Bi-Rex já recebeu financiamento de 30 mil euros, quase 200 mil reais, depois de vencer um concurso organizado pela incubadora da universidade italiana.

O projeto das jovens também foi selecionado pela European Chemical Regions Network e está incluído entre os melhores projetos de criação de fontes alternativas de matéria-prima do mundo.

A grande meta das cientistas é criar uma start-up para inovar – respeitando não só o meio ambiente e praticando a sustentabilidade, como também podendo oferecer que o produto possa ser realizado em escala industrial, algo que significaria salvar a vida de centenas de milhares de árvores ao redor do mundo.

Tomara, gente! Tomara!

Com informações Pozitizie
Foto: Instituto Politécnico de Milão

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here