me responde, você acha mesmo que mergulhar em relacionamentos ruins porque você gosta e sente demais vai tornar algum deles melhor? você acredita mesmo nisso?

acorda e aprenda a ficar sem ninguém também. quase sempre é tão bom quanto ter uma companhia. mas claro, essas coisas passam pela maturidade emocional que acumulou até o momento.

e sim, não é ligar uma chave que você se torna autoconsciente dos seus relacionamentos. leva tempo e cada um tem o seu, no entanto, o quanto antes você reparar nos pontos negativos acima dos positivos de um relacionamento, a sua saúde mental agradece.

mas atenção: você sabe ou já ouvir alguém contar que nenhum par demonstra o seu pior lado de imediato. no começo, o importante é a conquista de território no coração e às vezes a gente cai em cada roubada.

não é sua culpa, muita gente tem um intelecto de manipulação apurado para esconder os seus defeitos, mas faça um certo esforço para não confundir querer conhecer outra pessoa com carência afetiva.

você ser bem feliz sem companhia. por trás de um casal de mãos dadas há sempre uma história, um mas, um porquê. se ambos estão de acordo e saudáveis sobre, tudo bem. mas algumas relações disfarçam essa perfeição.

neste caso, não é sobre você fofocar ou julgar a relação alheia. está mais para você prestar atenção na disponibilidade para atravessar essa jornada a dois no seu momento de vida, com o estado de espírito receptivo no presente.

tarefa árdua que ninguém consegue ter uma resposta definitiva, mas as perguntas são sempre possíveis. então reflita antes de mergulhar. considere-se em primeiro lugar antes de saltar de cara numa relação.

intensidade não tem absolutamente nada a ver com este texto. é basicamente a respeito de autoconhecimento e de ter a coragem de se fazer uma autocrítica vez ou outra. quem chega e quem já partiu, só tem a te agradecer por essa responsabilidade.

Imagem de capa: Thought Catalog@thoughtcatalog via Unplash

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here