A ciência comprovou recentemente o que a gente já reparava há algum tempo: a capacidade funcional dos idosos hoje é melhor do que a de pessoas da mesma idade de três décadas atrás. Ou seja, é como se os idosos de hoje fossem mais jovens que os do passado.

O estudo foi realizado pela Faculdade de Ciências do Esporte e Saúde da Universidade de Jyväskylä, localizada na Finlândia, e compara o desempenho físico e cognitivo de pessoas entre 75 e 80 anos de agora com o pessoas da mesma idade na lá na década de 1990.

A pesquisa comprovou que homens e mulheres nesta faixa etária, dada a sua força muscular, velocidade de caminhada, velocidade de reação, fluência verbal, raciocínio e memória operacional são significativamente melhores do que em pessoas da mesma idade no passado.

“Houve muitas mudanças favoráveis e isso inclui melhor nutrição e higiene, melhorias nos cuidados de saúde e no sistema escolar, melhor acessibilidade à educação e melhoria da vida profissional”, comentou o pesquisador Matti Munukka.

“Os que tem hoje 75 e 80 anos cresceram num mundo diferente do que o de seus colegas nascidos há três décadas”, acrescentou o pesquisador.

“Maior atividade física e fortalecimento corporal explicaram a melhor velocidade de caminhada e força muscular”, explicou a estudante de doutorado Kaisa Koivunen.

Os resultados sugerem que o aumento da expectativa de vida dos idosos está acompanhado por um aumento do número de anos vividos com boa capacidade funcional na vida adulta.

Com informações Sunnyskyz
Foto: Pixabay

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here