O americano e bilionário Charles Feeney concluiu esta semana o sonho que ele esperava realizar há cerca quatro décadas: doar toda a sua fortuna de U$ 8 bilhões – mais de R$ 40 bilhões na cotação atual.

Durante anos, Feeney teve esse objetivo, tudo isso para viver o resto da sua vida com o mínimo possível.

Agora, aos 89 anos, o dono da Duty Free Shoppers, maior rede de lojas de produtos que ficam localizadas em aeroportos no mundo, ele finalmente conseguiu realizar o seu desejo.

De acordo com Steven Bertoni, da revista Forbes, Feeney fez doações anônimas por meio de sua fundação, Atlantic Philanthropies, para várias instituições.

Ao longo de quatro décadas, a Forbes diz que Feeney já havia doado 3,7 bilhões destinados aos campos da educação e mais de 870 milhões para com os direitos humanos e realiza campanhas de mudança social.

Ele também fez uma doação de 62 milhões em subsídios para acabar com a pena de morte nos EUA e 76 milhões para apoiar o Affordable Care Act – sistema público de saúde Obamacare.

Feeney fez doações também pra Universidade de Cornell: a contribuição foi de 350 milhões para construir um campus de tecnologia na cidade de Nova York, segundo a Forbes.

Falido

Com quase toda sua fortuna doada, Feeney fechou oficialmente a Atlantic Philanthropies esta semana.

“Aprendemos muito. Faríamos algumas coisas de maneira diferente, mas estou muito satisfeito. Sinto-me muito bem por ter completado tudo isso sob meu comando”, disse Feeney à Forbes .

Em um artigo na Forbes em 2012 intitulado “O bilionário que está tentando quebrar”, Feeney disse que ajudar os outros era algo que o deixava feliz e pronto.

“Concluí que se você se agarrasse a uma parte da ação para si mesmo, sempre se preocuparia com ela”, falou Feeney. Na época, ele afirmou ter guardado “apenas” 2 milhões pra aproveitar a vida.

Em um vídeo muito bonito publicado no site da Atlantic Philanthropies, Feeney disse que se sentia na obrigação de usar sua riqueza para o bem dos outros, principalmente aos menos desfavorecidos.

“Não vejo razão para adiar a doação, quando tanto bem pode ser alcançado apoiando causas valiosas hoje”, afirmou.

“O mundo está cheio de pessoas que têm menos do que precisam”, acrescentou Feeney.

“Cada vez que você pode resolver o problema deles, você os ajuda a seguir em frente e pensa que a vida pode mudar e eu posso mudar isso”, concluiu.

QUE EXEMPLO!

Com informações People
Foto: alchetron

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

  1. Feeney continua sendo o homem rico que sempre foi, irrelevante o numero de zeros à direita da unidade, só que agora passou a ser muito mais sábio, mais justo, mais nobre e mais perto de Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here