Pensando no fim da vida de cães idosos abandonados, uma mulher criou um santuário para que eles tenham o mínimo de amor e cuidado em seus últimos momentos.

Doreen Jakubcak é a responsável por essa incrível iniciativa que resultou no Marty’s Place, localizado em Nova Jersey, nos EUA.

Doreen conta que cães mais velhos têm menos chances de serem adotados – o que é uma verdade e provada com dados em quase todo o mundo – logo, Doreen assumiu pra si a missão cuidar dos cãezinhos sem lar e amor em idade avançada.

A casa aceita e cuida com muito amor e carinho de cães a partir dos 7 anos de idade. O santuário é um sofisticado vilarejo que possui acomodações generosas, atendimento médico e odontológico gratuitos, uma equipe especializada para ajudar os cãezinhos em exercícios regulares e também brincadeiras voltadas para suas capacidades e limitações, sejam elas quais forem.

O lugar também tem a capacidade de abrigar vários sofás espalhados para os cães descansarem e até mesmo uma piscina para os que gostam de nadar de vez em quando.

Embora alguns cães que passam pelo Marty’s Place até acabem sendo adotados, nenhum dos que ficam precisam se preocupar com a falta de lar só pra eles, pois o lugar está ali disposto para suprir e acrescentar qualquer uma das suas necesssidades.

“Quando nos comprometemos com um cachorro que chega a Marty’s Place, eles têm um lar para sempre”, disse Doreen Jakubcak à rede ABC News.

Doreen acrescentou que a casa tem atendido cães com idades mais avançadas também, como cães de 10 a 18 anos. Muitos também chegam com problemas de saúde pré-existentes, o que dificulta ainda mais adoções por parte das pessoas.

Mesmo assim, Doreen recorda que os possíveis interessados não devem “descartar” cães mais velhos pra adoção.

“Quando as pessoas ouvem o termo cães idosos, elas imediatamente pensam,‘ Ugh, eles são chatos’, mas alguns têm muita energia e exigem muito exercício e estimulação”, falou ao programa Good Morning America.

Doreen teve a ideia do santuário em homagem a Marty, um cachorro que ela teve, mas que faleceu cedo e era muito querido.

“Eles têm tanta sorte de poder viver seus anos dourados neste lugar incrível. Todos nós deveríamos ter essa sorte, como seres humanos”, disse o voluntário do santuário Rennie Rankin.

“Cada vez que entro pela porta, penso nisso. Uau, é assim que devo viver meus últimos dias”, disse orgulhosa.

Doreen Jakubcak faz tudo isso pelos cães, além da gratidão recebida através de carinhos dos próprios cães:

“Eu acredito que eles sabem instintivamente o que você fez por eles e eles são eternamente gratos. Esse vínculo… não é nada como você poderia imaginar.” finalizou.

Assista à reportagem sobre o santuário no vídeo abaixo:

Com informações GMA e GNN
Foto: Rburtzel / GNN

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here