eu poderia confessar que foi uma escolha difícil abrir mão de você, mas estaria mentindo. na verdade foi fácil. fácil porque você tornou essa decisão muito mais simples do que eu esperava.

quando alguém só promete e não cumpre, o coração nem precisa de tanto esforço pra lutar contra a razão. quando você não entregou o universo de acolhimento, respeito e reciprocidade que mereço, tudo ficou esclarecido na minha cabeça: não dá para te escolher.

eu apenas me escolho no seu lugar. como primeiro e último motivo, eu sou mais importante quando me ofereço e sou intensidade e a outra pessoa se contenta com metades. eu jamais aceito metades. já atingi um ponto na vida no qual tenho a maturidade e o aprendizado de não me culpar pela solidão.

a solidão às vezes ensina e demonstra mais amor do que qualquer companhia. e a sua, ausente de qualquer compromisso e honestidade, só escancarou essa sabedoria emocional.

você só fala e não faz. você só pede desculpas e nada muda. você só me acompanha quando tem algo do seu interesse. cansei disso. cansei mesmo. nesse seu mundinho fantástico onde o amor supera qualquer coisa, eu discordo.

o amor supera quando os envolvidos participam, se dedicam, se somam. mas no caso de um relacionamento negativo, tóxico e totalmente fora de sintonia com o mínimo de realidade que alguém merece, impossível continuar.

eu não te escolhi porque me escolher é o verdadeiro amor. pelo menos do amor que eu necessito nutrir sempre. se alguém vier a surgir depois de você e que entenda do assunto, tenha a certeza de que esse amor futuro será um presente bem-vindo.

eu quero disponibilidade e colo para trocar. não precisa ser na mesma proporção porque ninguém é igual, mas na mesma sintonia, não abro mão.

e isso não é uma promessa, é uma responsabilidade comigo e com quem cruzar o caminho dos meus afetos. você entendeu agora por que eu não te escolhi?

Imagem de capa meramente ilustrativa do filme História de um Casamento (2019) – Dir. Noah Baumbach

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here