A Nasa designou esta semana que a astronauta Jeanette Epps vai embarcar no Boeing Starliner-1, missão de seis meses prevista para 2021. Ela será a primeira mulher negra a conseguir tal feito em uma missão tão longa.

Jeanette Epps vai estar na missão que a levará diretamente pra Estação Espacial Internacional, conhecida como ISS.

Antes dela, seis astronautas pretos chegaram a ir em missão na estação internacional — incluindo Stephanie Wilson, a primeira mulher negra a pisar na estação, mas não por tanto tempo que Epps ficará por lá.

Em sua missão, Jeanette será acompanhada por mais uma mulher, a astronauta Sunita Williams e o astronauta Josh Cassada.

A ida de Epps para a ISS já podia ter acontecido há tempos: em 2018, ela voaria em direção ao espaço no foguete russo Soyuz, mas alguns meses antes do lançamento, a Nasa a retirou da tripulação, sem explicar os motivos e colocou no lugar dela a colega substituiu por Serena Auñon-Chanceler.

Epps é uma astronauta formada em Física pela Faculdade LeMoyne da Universidade de Syracuse, no estado de Nova York.

Além disso, ela também conta no currículo com um Mestrado em Ciências e um Doutorado em Engenharia Aeroespacial, ambos realizados na Universidade de Maryland.

Durante seu doutorado, Epps era bolsita do Nasa Graduate Student Researchers Project e escreveu vários artigos em jornais e conferências sobre sua pesquisa acadêmica.

A astronauta trabalhou no laboratório de pesquisa da Nasa e foi co-autora em diversas patentes, até ser recrutada pela CIA, onde trabalhou por 7 anos como oficial de inteligência técnica antes de, finalmente, acabar se tornando astronauta, isso lá pelo ano de 2009.

Com informações Galileu
Foto: Nasa/Reprodução

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here