Do que você se alimenta? Essa pergunta não se refere a arroz, feijão ou qualquer outra comida que mantém nosso corpo funcionando, mas diz respeito a uma nutrição impalpável, tão importante quanto as demais: ela fala dos alimentos da alma. As pequenas “coisinhas” que nos acolhem, nos incentivam e nos acalentam nos mostrando que estamos no caminho certo.

Sabe aconchego? Paz de espírito? Vontade de abraçar? Os alimentos da alma são assim: eles regam nossas flores, cuidam da nossa mente e nos nutrem com afeto.



Abraço de filho, colo de amigo, apoio de pai, filme que nos emociona, livro que nos abraça, aquele “Saudade de você!” vindo de uma pessoa querida, passeio de bicicleta, solzinho da manhã chegando na janela, comentário inocente de uma criança, paisagem… Os alimentos da alma são gratuitos, não estão à venda nos supermercados, mas nos fortalecem como vitaminas de “boas novas”.

Se por um lado, as obrigações do dia a dia fazem parte do roteiro e nem sempre são agradáveis, os alimentos da alma caminham na calçada que fica do outro lado da rua: os acolhimentos delicados, as mensagens de gentileza ou a soneca despretensiosa de um sábado à tarde. Preparar um bolo, saborear uma sopa de legumes, dividir um vinho com alguém especial ou observar a fumacinha do café bailando acima da xícara, como quem nos contasse – baixinho no ouvido – que “a felicidade se acha é em horinhas de descuido”, como bem escreveu Guimarães Rosa.

Por isso, desejo que você alimente a sua alma: respire, desligue, se permita, pois, independentemente do mundo lá fora, nossa mente precisa de refresco, já que abençoados são os pequenos prazeres que nos curam da loucura do mundo!

***

Photo by Daria Shevtsova from Pexels

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



LIVRO NOVO




Cristiane Mendonça
Cris Mendonça é uma jornalista mineira que escreve há 14 anos na internet. Seus textos falam sobre afeto, comportamento e Literatura de uma forma gostosa, como quem ganha abraço de vó! Cris é também autora do livro de crônicas "Mineiros não dizem eu te amo".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here